Quinta-feira, 21.07.11

"Angel Of Mine"

Capítulo 4 – Edward Cullen

 

 

 


Voltei a olhar, cada vez mais curiosa.
Ao lado do professor Turner encontrava-se de costas um rapaz, não muito alto, de cabelos acobreados e revoltos. Parecia entregar algo ao Professor. A imagem daquele rapaz, mesmo de costas despertou algo dentro de mim. Algo me dizia que já o tinha visto em qualquer lado. Parecia reconhecer exactamente a sua figura, embora não me lembrasse de nos últimos tempos ter visto um rapaz assim.
- Muito bem, parece tudo em ordem. Pode sentar-se e poderemos começar a aula. – O professor Turner voltou a entregar-lhe o papel e o rapaz guardou-o algures por entre o caderno que trazia na mão.
Voltou-se para procurar um lugar, embora eu já soubesse perfeitamente onde ele se iria sentar. A minha mesa era a única com um lugar livre.
Foi exactamente nesse breve instante, enquanto ele perscrutava a sala em busca de um lugar, que olhei bem para a sua face, de pele branca e perfeita, que emoldurava um belo par de olhos dourados.
Fiquei completamente estupefacta e aparvalhada a olhar para ele.
Não conseguia acreditar. Não era possível, não podia ser. Reconheci-o imediatamente, já o tinha visto antes. Vi-o pela primeira vez quando era ainda criança, e ele mantinha-se exactamente da mesma maneira, com a mesma face angelical. Ele sentou-se ao meu lado e olhou em frente, para o quadro, aparentemente prestando atenção na explicação que o professor Turner dava sobre algum assunto que eu não saberia especificar.
Eu continuava boquiaberta a olhar na sua direcção. Tinha a perfeita consciência de que aos seus olhos parecia uma completa débil mental, mas não estava preocupada com isso.
Tentava a todo o custo assimilar a situação em que me encontrava.
À minha frente tinha alguém que eu tinha visto há dez anos atrás. Só que ao contrário de mim, que cresci desde o nosso ultimo encontro, ele mantinha a mesma aparência, fazendo-me sentir com sete anos outra vez. Mas como?
Por via das dúvidas, dei um pequeno beliscão na perna por debaixo da mesa, certificando-me de que não estava a sonhar. Tinha de haver uma explicação perfeitamente lógica. Com certeza não era a mesma pessoa, um parente talvez. Um parente extremamente parecido. Esta explicação não me convenceu.
Foi então que me ocorreu algo extremamente óbvio, que eu estava a deixar escapar. Ele devia ser relacionado com a família de Alice. Afinal quantos Cullens existiriam em Forks? No fim da aula ia encontra-la e ia perguntar-lhe.
O rapaz continuava a olhar em frente, ignorando completamente a minha confusão. Decidi tentar prestar atenção à aula, mas estava difícil.
Estava curiosa em relação ao rapaz, mas não era só isso que me fazia olha-lo. Sentia-me estranha, como se à mínima distracção da minha parte, ele fosse desaparecer.
Tentei novamente ganhar foco, e repeti para mim mesma que estava a ser ridícula.
Não prestei atenção nenhuma à matéria que foi dada naquele dia, e quando tocou para a saída, arrumei as minhas coisas ansiosa por encontrar Alice. Segui pelo corredor, olhando para todos os lados em busca de algum sinal dela, mas não a vi em lado nenhum.
Fui encontra-la no parque de estacionamento com Jasper ao lado do seu chamativo Porsche amarelo canário. Aproximei-me deles, e só depois me apercebi de que não estavam sozinhos. O rapaz de olhos dourados estava com eles. Oh, não. Talvez eles não me tenham visto, e eu consiga ir embora.
- Bella! – Era Alice quem me chamava. Ups, tarde de mais.
- Ainda bem que apareces! – Alice puxava-me para perto deles - Aproveito já para te apresentar ao mais novo membro da família Cullen a mudar-se para Forks! Bella este é o Edward, Edward esta é a Isabella, de quem tanto te falei.
Edward olhou para mim e fez um sorriso caloroso, que se estendeu até aos seus hipnotizantes olhos cor de mel.
- Prazer em te conhecer Bella. – Estendeu uma mão que eu passado um momento de confusão aceitei atrapalhadamente.
- Err.. O Prazer é meu. – Tropecei um bocado nas palavras, ao responder.
- Estava a espera pelo jantar de amanha para apresentar o Edward, pois ele supostamente não vinha hoje às aulas, vinha só conhecer a escola. Estragou um bocado a minha ideia de jantar de boas vindas. – Lançou um olhar de "arruínas-te os meus planos" a Edward – Mas não importa – Encolheu os ombros tentado desvalorizar a situação.
- Então o jantar...
- O jantar está de pé, óbvio! – Alice cortou-me a palavra – Amanha às nove.
- Ok. – Concordei, não me importando muito com o jantar, a minha cabeça estava a mil. – Bem eu vou indo, falamos mais logo Alice? – Dei-lhe a entender que precisava de falar com ela. Tinha a certeza de que Alice estava ansiosa por me pedir satisfações e com certeza um relatório detalhado do que tinha achado de Edward.
- Então Adeus. – Falei desta vez mais para Jasper e Edward.
- Adeus Bella. – Foi Edward quem me respondeu
Lancei-lhe mais um olhar, antes de me virar definitivamente na direcção oposta e por fim entrar no carro.
Não liguei o motor, simplesmente fiquei ali sentada durante um bocado, olhando em frente tentando assimilar o estranho dia que estava a ter. Abanei a cabeça e tentei afastar Edward dos meus pensamentos.
Toc, toc, toc.
- Bella, algum problema? – Olhei pelo vidro e vi dois olhos dourados, parecendo ligeiramente preocupados. Era Edward, pelos vistos o volvo prateado era mesmo dele.
- Não, nada. Estava mesmo agora para sair. Adeus Edward.
Fiz um ligeiro aceno e sem esperar por qualquer tipo de resposta por parte dele, sem sequer voltar a olhar na sua direcção, liguei o carro e fui embora.
Tentei concentrar-me na condução, mas nem assim Edward saía da minha cabeça. Cheguei a casa pouco tempo depois, entrei e fui directa para o meu quarto. Fechei a porta e deitei-me na cama.
Estava a ficar louca, só podia. Não conseguia, por mais que tentasse, arranjar qualquer tipo de explicação racional para tudo isto. Durante muito tempo, tive sérias dúvidas do que tinha visto naquele dia, há dez anos atrás. Hoje não podia ter mais dúvidas, tinha visto o mesmo rapaz, o que eu tinha confundido com um anjo, tal era a sua beleza.
Rebolei na cama, como se isso me fosse adiantar de alguma coisa e enterrei a cabeça na almofada.
Ouvi o telemóvel vibrar dentro da mochila e corri para atender a chamada, na esperança de que fosse Alice. Era Jacob.
- Sim Jacob? – Falei de mau humor.
- Bella, era só para te avisar de que não vou jantar esta noite, fico aqui em casa do Paul mais um bocado.
- Ok Jacob, como quiseres.
- Bella, está tudo bem contigo? Pareces estranha... - Jacob mostrava-se preocupado, mas eu não queria falar sobre este assunto com ele. Pelo menos não agora.
- Não é nada Jake, não te preocupes.
Ouvi-o suspirar do outro lado da linha.
- Então adeus Jake, até logo. – E desliguei.
Voltei a sentar-me na cama, enquanto me debatia com a decisão de ligar ou não a Alice. Agora que pensava melhor, o que é que eu lhe ia dizer de facto? Nunca tinha contado a ninguém a cena de há dez anos atrás, nem mesmo a ela.
Nunca tinha tido a coragem de contar a alguém. Além disso, o mais provável era ninguém acreditar.
Tentei acalmar-me.
Não conhecia Edward, mas não conseguia pensar nele como uma má pessoa, tinha sido até bastante simpático.
Tinha de parar de pensar nisso, ou ia dar em louca.
Desci para a cozinha e abri o frigorífico, Charlie estava a trabalhar, e Jacob tinha ficado na reserva, por isso hoje era só eu em casa. Enquanto pensava em algo rápido para jantar, a porta da entrada abriu-se. Era Jacob e trazia pizza com ele.
- Pensei que tinhas dito que não vinhas a casa jantar.
- Mudei de ideias.- Sorriu para mim, com o seu sorriso aberto, que não lhe via muitas vezes.
- Jake, não precisavas de ter vindo.
- Eu sei. Mas eu quis vir mesmo assim. – Estendeu-me a caixa da pizza. – É a tua preferida, espero que ainda não tenhas jantado.
Comemos a pizza em silêncio, e no fim, com a desculpa de que estava cansada e me ia deitar mais cedo, subi para o meu quarto.
Decidi então ligar a Alice, não me sentia mais tranquila, mas tinha de falar com alguém. Peguei no telemóvel e fiz a chamada, não demorou muito até Alice atender.
- Bella, conta-me tudo e não deixes nada de fora! – Alice, tal como eu previ, estava ansiosa por informação.
- Alice acalma-te por favor! Não é nada de especial. – Achei melhor mentir, ou ela ia achar que eu estava maluca.
- Não foi isso que me pareceu. Estavas estranha quando te apresentei ao Edward.
- Alice, o Edward é da tua família, certo? – Tentei soar casual, mas nem a mim me consegui enganar, tinha a voz repleta de curiosidade mal disfarçada.
- Sim. É nosso primo, esteve a estudar num colégio interno em Inglaterra até agora.
- Nunca falas-te dele antes... - Espicacei-a para que falasse mais, queria saber o mais possível sobre ele.
- Falei sim! Talvez tu não tivesses prestado atenção enquanto eu o mencionava. – Havia uma ligeira nota de acusação no seu tom de voz.
- É a primeira vez que vos vem visitar?
- Sim, como eu te disse, ele tem estado em Inglaterra, ainda temos lá alguns parentes, sabes. – Alice respondia-me com frases curtas e de uma forma, que me pareceu evasiva. Normalmente Alice falava sem parar.
- E ele está cá sozinho?
- Pois... O Edward é órfão, os pais dele morreram já há muitos anos.
Alice não se alongou mais nesse assunto, e eu não me senti à vontade para perguntar mais sobre isso.
- Bella, estás muito curiosa em relação ao Edward, pelo que parece.
Quando queria, Alice conseguia ser muito perspicaz. Expliquei-lhe a situação na aula de biologia, como fiquei curiosa por ele ser um Cullen.
Ela pareceu achar a minha explicação aceitável.
Mudei rapidamente o assunto para o jantar, perguntando a Alice o que ela ia vestir na ocasião. Isto manteve-a distraída de outros assuntos, enquanto tagarelava sem parar sobre roupa.
Depois de voltar a assegurar a Alice que estava tudo bem, despedi-me e desliguei.
Sem conseguir tirar da minha cabeça todas estas novas informações sobre Edward Cullen, preparei-me para dormir, com a certeza de que o encontraria hoje de novo, nos meus sonhos.

 



Constança às 22:04 | link do post | comentar

2 comentários:
De Carol a 21 de Julho de 2011 às 22:13
Estou mesmo ansiosa pelo jantar! O Edward está tão misterioso!
Espero que não demorem a postar de novo!


De Ana A. a 21 de Julho de 2011 às 22:26
O capítulo está muito bom, Parabéns!!!
Tambem estou ansiosa pelo jantar! ;D
Beijinhos


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
É inevitável vermos estas fotos e não nos lembrarm...
Estou com um sorriso de orelha a orelha, creio que...
É impressão minha ou a Kristen está a ficar um pou...
Bolas, tenho de confessar que gostava que fosse 10...
Já foi desmentido. Zero verdade x)
Tem alguma ponta de verdade a notícia que li hoje ...
Oooohhhhhhh
Na altura em que essas fotos saíram, foi dito que ...
Foi surpreendente vê-lo entrar com aquele casaco, ...
Olá :) Talvez surpreendentemente, não, em princípi...

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds