Sexta-feira, 07.10.11

"The Sweetest Kiss"

Capítulo 19

 

 

 

 

 

A meio na noite, levaram Alice para outra sala para que não pudéssemos comunicar. No entanto, ela sabia qual iria ser a minha decisão. Já estava tomada desde o início apesar de toda a oposição de Alice.
Sentei-me num canto daquele desconfortável e hostil quarto. Comecei a pensar no que iria ser da minha vida a partir dali. Iria servir os Volturi para toda a eternidade. Mas fazia-o apenas para salvar Alice e a minha família de qualquer sofrimento, que era uma razão suficientemente forte para não pensar duas vezes e avançar. Estava preocupada com Edward. Richard iria tentar fazer-lhe mal. E tudo isto por quase de mim. Ao tentar afastar-me de problemas conseguir criar uns ainda maiores. Também comecei a pensar em Emmett. Será que ele estaria bem? Provavelmente não saberia o que se estava a passar mas, pelo menos, ficava afastado de toda a confusão o que, para mim, era um alivio. Tinha tantas saudades dele. Dava tudo para voltar atrás, até ao momento em que resolvi aceitar a oferta de Kristen. Kristen deve odiar-me neste momento. Prometi que cuidava do seu filho quando este nascesse e agora aqui estava eu, longe, deixando-a "pendurada" com um bebé nos braços.
Enquanto estava envolvida por todos os meus pensamentos fez-se dia. Pelo menos o relógio marcava oito horas e era a única forma de me orientar visto que, não havia nem uma janela por onde o ar puro e a luz do sol pudesse entrar. De repente Richard entra no quarto. Virei-me para a parede numa atitude de menina amuada mostrando, claramente que não queria falar com ele. E eu, que outrora pensara que ele tinha bom coração e boas intenções... Tenho de aprender a acabar com a pouca ingenuidade que ainda tenho. Richard aproximou-se e sentou-se atrás de mim.
- Rosalie, sei que não me queres ouvir. Eu sei que sim. Enganei-te, magoei-te e manipulei-te. Mereço que me odeies como nunca odiaste ninguém. No entanto, espero que me oiças. Não precisas de dizer nada, nem sequer de olhar para mim.
Deixei-me estar imóvel mas estava atenta a tudo o que Richard dizia e fazia.
- Nunca pensei que isto chegasse a este extremo – Começou – Aliás, não fazia ideia que Alice era tua irmã! Só depois de a terem capturado. Eles prometeram que não te iriam fazer mal. Deram-me a sua palavra de honra. Tu própria disseste que a tua vida já não tinha sentido. Junta-te a nós. Faz esse sacrifício. Quem sabe não te sentirás melhor.
Dei uma gargalhada e virei-me para Richard sarcasticamente.
- Sentir-me-ei melhor aqui?! Pensas mesmo isso? Como consegues ser tão bronco ao ponto de pensares que alguém é feliz com os Volturi? - Quando dei por mim já gritava – Acorda Richard! Os Volturi não são bons, acabou. É a verdade. Mas se quiseres viver numa ilusão, força. Estás à vontade. Para mim, é me totalmente indiferente.
Ficámos a olhar um para o outro. Um silêncio de morte reinava no quarto até que Richard se levantou e antes de sair pegou na capa preta, que ainda estava no chão, e atirou-ma.
- Já sabes o que tens que fazer.

Félix e Demitri caminhavam ao meu lado como se fossem os meus guarda-costas pessoais. Não havia escapatória possível. Só esperava que já tivesse solto Alice visto que era eu que tinha aceitado fazer parte dos Volturi. Transportar aquela capa nos meus ombros fazia-me sentir triste e derrotada. Jane, que ia mesmo à minha frente, olhava-me de soslaio lançando-me um sorriso hostil que me fazia estremecer. Não permiti que as emoções me dominassem. Mantive uma expressão apagada e fria para que não reparassem não quão aterrorizada eu estava.
Entrei no grande salão principal e só via capas negras. Parecia que todos os membros dos Volturi se tinham juntado para me "acolher".
- Minha querida! – Exclamou Aro dirigindo-se a mim – Ainda bem que aceitaste a nossa oferta! Estou tão orgulhosa da tua decisão!
- Fiz o que tinha de ser feito. Não tinha outra alternativa.
- Bem, teres até tinhas... Mas, adiante! É uma honra ter-te connosco. Resolvemos celebrar juntando todos os membros e ah, caros amigos – Disse Aro, dirigindo-se agora para todos – hoje uma grande excursão de turistas vem visitar Volterra o que significa... BANQUETE!
Risos ecoaram por toda a sala e eu, pela primeira vez, senti-me intimidada.
- Mas Rosalie, não te sintas sozinha. Não és o único membro novo. Trazei o nosso outro aprendiz por favor!
- Dois coelhos numa cajadada só. – Sussurrou Jane com um sorriso nos lábios.
Olhei para a porta, expectante. Envolvida numa enorme capa preta entra Alice, pequena e frágil. Fiquei em estado de choque.
- Alice?! – Gritei.
- Rosalie? – Também ela parecia surpreendida por me ver.
- O que é que nós combinámos? O que foste fazer?!
- Disseram-me que tinhas rejeitado e que eu tinha de aceitar. Fiz isto para te salvar, para puderes ir embora.
Olhei para Jane que se ria discretamente. Olhei para várias caras na sala até que olhei para Richard. Lançou-me um olhar de súplica e murmurou um "desculpa" muito timidamente. Não queria saber. Arranquei a capa de cima de mim e ataquei-o. Se iria sofrer as consequências a seguir? Muito provavelmente. Se me importava? Nem por isso.

 



Constança às 22:02 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
É inevitável vermos estas fotos e não nos lembrarm...
Estou com um sorriso de orelha a orelha, creio que...
É impressão minha ou a Kristen está a ficar um pou...
Bolas, tenho de confessar que gostava que fosse 10...
Já foi desmentido. Zero verdade x)
Tem alguma ponta de verdade a notícia que li hoje ...
Oooohhhhhhh
Na altura em que essas fotos saíram, foi dito que ...
Foi surpreendente vê-lo entrar com aquele casaco, ...
Olá :) Talvez surpreendentemente, não, em princípi...

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds