Domingo, 30.12.12

"Into The Moon"

Capítulo 34 - Night On The Sun

 

 

 

 

 

''Tenho saudades das vezes em que nos encontramos no sussurro de um beijo, no suspiro de um desejo consumado à meia-luz. ''
Sun

- Já tinha saudades tuas...- sibilei contra a sua clavícula.
- Humm...isto foi tudo saudades?
- Talvez, não sei. - A verdade é que quando estou contigo assim – murmurei aconchegando-me mais nele – não sei o que se passa comigo. É como se...
- ... não tivesses vontade própria, autocontrolo. Como se algo te levasse a fazer isto e aquilo e não consegues quebrar esse ciclo vicioso. – completou ele com um sorriso terno.
Sorri abertamente na penumbra perante a sua perspicácia.
- Agora já sabes como me sinto em relação a ti desde o início.- explicou.
- Mas eu já sabia...
- Tinhas uma ligeira noção, Bella. – contrapôs com um ar triunfal.
Ele tinha razão. Só depois de estar na pele de vampira consegui perceber tudo o que Edward alguma vez me explicara sobre as relações entre vampiros, e vampiros com humanos, como tinha sido a nossa. - Está bem, tens razão. – admiti.
- Como é que tu conseguias controlar esse... este desejo durante todo aquele tempo? – perguntei com a curiosidade a transbordar em cada palavra.
Os seus olhos procuravam a fonte da minha curiosidade nos meus. Afagou a minha bochecha e beijou-me levemente. - É fácil, eu amo-te e não podia, de forma alguma, pôr-te em perigo....
- Eu sei que tu me amas mas, o que eu quis dizer...
- Eu sei o que quiseste dizer. – interrompeu delicadamente. – A verdade é que no início foi mais difícil e a tua reação à minha presença, não ajudava.
Rimos juntos lembrando as várias vezes em que ele havia pedido para que eu ficasse muito quieta e sempre, ou quase sempre, eu havia quebrado essa regra.
- Quero dizer não facilitavas nada...- confessou com alguma timidez. – E daquela vez em que quase desmaiaste, no dia em que te levei a conhecer a minha família?
- Deves ter ficado assustado...
- Fiquei um pouco confesso... Mas por outro lado, um lado meu menos nobre, adorava saber que tinha esse efeito em ti. Mau era saber que não te provocava qualquer tipo de reacção. E adorei levar-te a conhecê-los. Eles tinham muita curiosidade por ti.
Aproximei os meus lábios dos seus. Conseguia sentir o aroma doce da sua língua e o desejo a ferver na minha. – Tu sempre me provocaste muitas reações. – sussurrei vagarosamente mordendo o meu lábio inferior.
Sentir o contacto da pele dele com a minha é algo transcendente. A suavidade e o calor resultante da fricção entre os nossos corpos entrelaçados, perdidos um no outro.
Assim que o dia clareou um pouco mais, acordei e vesti a minha filha e fomos para a casa grande. Esme, a avó mais babada à face da Terra, preparava-lhe sempre os cereais preferidos e Carlisle arranjava sempre algumas doses da sua bebida predileta, embora Nessie apreciasse a arte da caça como qualquer outro vampiro. Alice e Rosalie andavam a separar roupas para darem para a caridade. Reconheci uma das peças.
- Alice esta não foi a saia que compraste no mês passado?
- Yep.
- E já te vais desfazer dela?
- Bella, eu tenho que libertar espaço no meu armário.
- Acredito. Precisam de ajuda com isso?
- Já separaste a tua parte?
- Ah! Que parte?
- O Edward não te deu o recado?
- Acho que não...
- Bahh... - resmungou e depois olhou para mim muito concentrada – O plano é: separarmos algumas roupas que já não usamos e entregámo-las em algumas instituições em Seattle. E depois vamos às compras! – terminou entusiasmada.
- Ou seja: dás metade das tuas roupas para depois ires comprar mais. Hilariante.
A minha irmã, e melhor amiga, pôs a língua de fora; provavelmente não lhe ocorreu nenhum argumento convincente... ou lógico.
O vento de Outono fazia-se ouvir ruidosamente lá fora. Um remoinho de folhas secas no jardim das traseiras da casa reavivava a floresta sombria num final de tarde outonal.
Senti os braços do meu amor abraçarem a minha cintura e o seu rosto acariciou delicadamente o meu pescoço.
- Humm cheiras tão bem... - suspirou.
- Tu nunca me disseste qual era o meu aroma... depois da minha transformação.
Ele hesitou, bastante pensativo... talvez estivesse a escolher as palavras. E depois murmurou:
- O teu aroma é fabuloso... extasiante e ao mesmo tempo delicado, como tu. – confessou sorrindo.
- Estás a dizer isso só para me sentir melhor?
- Estou a dizer a verdade. – murmurou ligeiramente impaciente e com uma sinceridade tão pura que transparecia pelo brilho incandescente dos seus olhos.
- Então... – reflecti por meros segundos. – Se o dizes dessa forma, eu acredito em ti. Mesmo sabendo que és completamente parcial. – provoquei.
Ele virou-me para si, provocando um embate ruidoso entre os nossos corpos. Olhou-me nos olhos, como se procurasse chegar ao mais fundo da minha alma, e sussurrou:
- Cheiras a flores frescas, com toques cítricos e um delicado toque de canela e sol. – confessou vagarosamente.
- Sol?
- Como uma flor tropical, no pico do Verão. Uma espécie de mistura de framboesa, com um delicado toque de amora. Fresco como uma manhã de verão. Tu és o meu sol. – revelou maravilhado. – Ou não sabias que iluminas a minha existência desde que nos conhecemos?
- E tu incendeias cada nervo do meu corpo desde o início. – confessei.
Num gesto carinhoso, o meu amor abanou a cabeça roçando o seu nariz no meu. Aproveitei o embalo e beijei os seus lábios de seda. Seda com seda. A mesma temperatura. A mesma energia. Um só ser.
A entrada de Alice na divisão quebrou a nossa corrente mas nem por isso os nossos corpos se afastaram um milímetro que fosse.
- Bella vamos começar a tirar os enfeites de Natal. Precisámos dividi-los e...
- Natal? Mas ainda a falta um mês Alice!
- Um mês é muito pouco! E comprar os presentes e organizar a festa?
- Mas...
- Ou por mero acaso estão a pensar em passar a noite de Natal no jardim, à volta da fogueira a compartilhar histórias? – insinuou sarcasticamente.
- Gosto da ideia. – confessei.
O meu amor fitou-me com um olhar ternurento. – Eu também.
- Vocês não estão nada bem! - murmurou indignada. – Vamos fazer uma grande festa! Hoje chegou a nova colecção de Natal na HomeThings e, segundo o que vi no site está fantástica! Vais adorar e...
Edward beijava-me e estávamos no nosso mundo encantado com uma voz de fundo que agora resmungava.
- Ok vocês importam-se de fazer isso noutro lado? É que estou para aqui a contar as novidades da... e há crianças nesta casa!
- A única criança está na cozinha com a Esme. – avisei vitoriosa suspendendo por instantes o beijo.
- Importam-se de me ouvir? Isto é importante! – insistia impaciente.
Eu e o meu amor continuamos numa perfeita sincronia. Esforcei-me para me concentrar no beijo e não desatar às gargalhadas com a presença impaciente da minha irmã.
- Ok eu vou sair daqui. Bella daqui a 5 minutos quero-te na sala. É uma ordem.
- Sim senhora. – suspirei num murmúrio abafado.
- Não me chegaste a mostrar o meu presente de aniversário...
- Humm... não é assim tão simples. Acho que vamos ter que esperar para veres.
- A sério?
- Sim.
- Edward... eu não preciso de nada e se tenho de esperar para ver... - a sua pista tinha despertado a minha curiosidade. – O que é?
- Nada disso. Na altura certa verás.
- A sério? Vá lá dá-me algumas pistas. – pedi fazendo beicinho.
- Apesar de... – beijou os meus lábios mais uma vez – ficares irresistível quando falas assim, vais ter que esperar um pouco.
- Ok. Agora vou indo senão a tua irmã esfola-me. – disse mas quando me virei ele puxou-me e beijou-me mais uma vez.
- Vou arranjar maneira de termos a noite só para nós. – avisou com mistério.
- Sempre quero ver isso. Ouviste a Alice. Está extremamente interessada em tratar da decoração natalícia durante toda a noite...

Quando cheguei à sala de estar havia dezenas de caixas de onde saíam diversos enfeites natalícios. Comecei a desempacotar algumas até que Alice surgiu ao meu lado com um ar estupefacto.
- O que foi? – murmurei.
- Bella, tu por acaso não achas que vamos usar os mesmos enfeites de há dois anos pois não?
- Mas estes são do ano passado e...
- É o mesmo. Dois anos, um ano... qual a diferença?
- Estás a falar a sério?!
- Tu não me ouviste falar da nova colecção daquela loja onde fomos o ano passado em Seattle?
- Há pouco eu não estava muito atenta ao que estavas a dizer... – confessei sorrindo.
-Ainda por cima!
- Mas olha que, por mim, estas decorações estão óptimas.
- Claro que sim, e vamos festejar o natal à volta de uma fogueira na floresta e comer marshmallows.
- Eu dispenso os marshmallows. – murmurei alinhando na ironia.
Passámos praticamente o dia inteiro a arrumar enfeites, a separar e a etiquetar dezenas de caixas.
- Temos mesmo que começar hoje à noite? - insisti na esperança de ganhar a noite livre.
- A não ser que tenhas algo mais interessante para fazer esta noite, vamos fazê-lo hoje.
- Ter ela tem. – murmurou Rosalie contendo um riso de sinos.
- Oh Bella vocês têm muito tempo pela frente! Vá vamos mexer-nos...
Decidi não insistir mais, pois claramente, estava em minoria.
Começámos a dividir as caixas por enfeites quando Edward e Nessie surgiram de mão dada na sala. O meu amor fez-me um sorriso enigmático e piscou-me o olho. Eu sabia que ele havia preparado algo. Só não sabia o quê.
- Eu também quero enfeitar!! – cantarolou Nessie que saltou para cima dos sofás.
- Já se vai fazer tarde pipoca tens que ir dormir. – lembrou o pai.
- Oh... – murmurou num tom de lamentação.
- Vês ela quer ajudar também Alice. E daqui a pouco vai adormecer.- insisti.
- Tia podemos fazer isto amanhã? Por favor? – pediu com os seus olhos de anjo ternurento.
Sorri vitoriosa para Edward e depois para Alice, ao que ela me respondeu pondo a língua de fora.
- Ok! Mas amanhã, bem cedo começamos ok? Hoje livrámo-nos do velho e amanhã comprámos o novo! – cantarolou entusiasmada. Não havia ninguém que resistisse aos encantos da minha filha.
- Não comeces sem mim tia!
- Não minha querida. Dorme bem.
Alice dirigiu um olhar fulminante a mim e ao seu irmão favorito.
Saí da sala com um sorriso enorme que teimava em não desaparecer.
- Que merece o teu herói? – perguntou o meu marido com um sorriso triunfante.
- Humm... muita coisa. Deixa só chegar a casa e deitar a Nessie.
- Bella amanhã quero-te aqui bem cedo com a Nessie. Vamos passar o dia todo às compras. Estamos entendidas?
- Sim meu general. – respondemos eu e Edward em simultâneo, fazendo continência para de seguida sairmos em marcha. Não conseguimos conter as gargalhadas já fora da casa, e ainda ouvimos as da nossa família que assistia.
Tínhamos a noite por nossa conta.
- Por hoje escapámos. – murmurei quando estávamos a caminho da nossa casinha de campo..
- Eu ajudei mamã! – disse Nessie muito contente.
- É verdade meu docinho.
A meio da segunda história de encantar, Nessie adormeceu. Beijei as suas bochechas cor-de-rosa perlado e fui ter com o meu amor.
- Não achas que devemos celebrar esta noite? – perguntou o meu amor encostado à soleira da porta do quarto.
- Todas as noites são noites de celebração. - Saltei para os seus braços disposta a não perder cada segundo que teimava em desaparecer. – Vamos então celebrar. – ordenei antes dele pousar ferozmente os seus lábios nos meus.

 

 



Constança às 22:00 | link do post | comentar

7 comentários:
De madalenaswan a 30 de Dezembro de 2012 às 22:45
Olá!

Bom, os meus comentários em relação aos capítulos da tua fic estão tornar-se um pouco repetitivos.
É que não há nada mais a dizer a não ser: Fantástico e adorei!
Coitada da Alice! Completamente ignorada!

Desculpa não ter respondido aos teus comentários anteriores, mas estamos em mudanças em casa e só hoje é que tive tempo de vir ao blog.
Digamos que a minha mãe é uma Alice. Baixinha, cabelos pretos e curtos e sobretudo muita energia, e não deixa ninguém em paz enquanto não obedecemos às suas ordens, por isso o meu fim-de-semana foi uma agitação, como deves imaginar.

Respondendo à tua pergunta, o meu Natal foi ótimo!
Desejo-te umas ótimas entradas(e saídas também!) e que 2013 seja ainda melhor que 2012!


De Sun a 11 de Fevereiro de 2013 às 19:19
Madalenaswan não tens nada que pedir desculpa... :)


Eu é que agradeço por te dares ao trabalho de comentar ;)

Muito obrigada e um beijinho enorme para ti ^^)



De cullen2018 a 30 de Dezembro de 2012 às 23:25
Adorei cada capitulo tas cada vez melhor, foi a melhor prenda d natal que tive ler extex capitulor seguidos! Beijos e um bom ano ;)


De Sun a 11 de Fevereiro de 2013 às 19:20
Cullen2018 muito obrigada ;)

Desejo-te um óptimo ano 2013 também!

Beijinhos ^^)


De Jessica a 30 de Dezembro de 2012 às 23:49
Primeiro:OMG este capitulo está estupendo lalala

Segundo: amei-o do início ao fim, o Edward e a Bella, a Bella e o Edward, bem não há palavras, a relação entre eles é vibrante, encantadora, perfeita, transmites isso de uma maneira tão bonita :) amei cada palavrinha que escreves te...

Terceiro: amo a Alice ahahahah ela fez-me rir tanto neste capítulo, ela manda e mais nada Eheheheh esta fenomenal... E a Nessie que ajudou a escapar, foi tão Engraçado **

Quarto: Aww pipoca, pipoca o Edward voltou a chamar pipoca à Nessie ^^ fiquei tão feliz, foi por causa disso que agora tu és a pipoca, eu sou a pipoca Eheheheh

E por último: que venha o próximo lalalalala estou mais do que anciosaaaaaa, nao demores sim?


Um beijinho do tamanho do universo e arredores, pipoca ^^


De Sun a 11 de Fevereiro de 2013 às 19:22
Jessica/Pipoca :D muito obrigada pelos teus comentários!

Novos capítulos sairão em breve ;)

Um beijinho enorme para ti pipoca ^^)


De Mónica a 9 de Abril de 2017 às 15:05
Nao hamais capitulos.??..por favor escreva mais ou se ja escreveu diga me onde encontrar ......adorei e queria saber o fim que demorara o forever para saber....quero encontrar um edward na minha vida


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Foi surpreendente vê-lo entrar com aquele casaco, ...
Olá :) Talvez surpreendentemente, não, em princípi...
Olá And e Carolina, alguma de vocês vem até Lisboa...
Bom, ainda bem que vi a vossa informação. Ontem co...
Meninas, a exibição do dia 24 já não existe. Foi s...
Que bom, gosto do Festival e agora há mais um bom ...
Oh Meu Deus! É agora que me dá uma coisinha má...
Adoro este filme :)
Obrigada pelo alerta :)
Na verdade a foto é deste ano, de Agosto, durante ...

Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds