Quinta-feira, 23.10.08

A  Revista de 15 a 20 tem uma entrevista com Robert Pattinson e outra com Kristen Stewart.

 

264nxbr

Entrevista a Robert Pattinson
(Edward Cullen)
 

Encontrar uma pessoa real que pudesse encarnar Edward Cullen não era uma tarefa fácil. Não só necessitava de ser um bom actor, como possuir as características físicas da personagem, que são demasiado irreais: trata-se de alguém arrebatadoramente belo, e assim por diante. E embora, inicialmente, os fãs não concordarem com Robert Pattinson para interpretar esse vampiro, pouco a pouco,

foram aceitando.

 

Estou no hotel onde se levará a cabo a nossa entrevista, e Robert está atrasado; é compreensível, porque vai dar entrevistas o dia todo, não há razões para desesperar.

De repente, ele abre a porta e entra desculpando-se com o seu sotaque inglês de derreter. É alto e magro,tem a pele branca e traz uns jeans, uma camisa e um casaco por cima, o seu cabelo está todo despenteado como se tivesse acabado de acordar, e brinca com uma garrafa de refrigerante... Quando por fim se senta, começamos a nossa conversa.

 

 

15 a 20 - O que e fez participar no filme? Sabias alguma coisa sobre os livros?

R - Não, não os tinha lido, assim não sabia como interpretar a personagem. Quando estava a ler o guião com o meu agente, disse-lhe "Não, de forma alguma, é fisicamente impossível fazer isto!"

 

15 a 20 - Porque pensaste isso?

R - Porque mais do que a representação, a personagem tem qualidades físicas impossíveis: um corpo incrível e é muito belo; então eu penei que me iam dizer "não,

obrigado, o seguinte..." . Na verdade fui para lá sem me preparar, e não fazia ideia de como eram os diálogos nem nada, e Kristen estava lá. Não esperava que ela fosse a Bella, foi muito forte nos testes, e deu-me isso como padrão para o modo de interpretar Edward.

 

15 a 20 - Ao inicio os fãs do livro não estavam de acordo em seres tu a interpretar Edward. Sentiste alguma pressão a esse respeito?

R - Se fazes as coisas só para agradar aos fãs vais acabar com um mau desempenho. No inicio tomei uma decisão muito forte "vou interpretar Edward e é isso, não importa o que dizem." Bem, tenho-me esforçado muito para não ser sentimental. Mas acho que porque sou um rapaz e trata-se de um livro para raparigas, que devia encontrar algo mais, então eu tinha que bater, ir mais fundo do que a maioria das pessoas que leram o livro.

 

15 a 20 - Foi divertido interpretar um vampiro?

R - Eu não acho que estou a interpretar um vampiro, nem sequer me vejo como um, ou sou? (ri) Eu teria gostado que fosse um vampiro como os que conhecemos,

porque os do livro são raros, muito pálidos, e com olhos estranhos, mas são muito normais para viverem no mundo real sem levantar suspeitas. Por outro lado,

sim foi divertido, fiz cenas de acção, trepei muitas árvores... risos.

 

15 a 20 - Mencionaste os vampiros reais, és fã de filmes de vampiros?

R - Bem, é que neste filme não meto medo, não como Nosferatu... Quero ser 'esse' vampiro, seria giro! Mas, como sabes, este livro não é sobre os clichés dos vampiros, por isso, interpretei como se trata-se de uma doença, como se não fosses o mesmo depois de alguém te morder, pois acordas 3 dias depois e queres matar toda a gente, e és mil vezes mais forte e rápido, e vais viver para sempre, e se pensares nisso é um pesadelo... É horrível!

 

15 a 20 - Qual foi a parte mais difícil em interpretar Edward?

R - Edward tem uma certa aura que faz com que os humanos tenham instintivamente medo sem saberem porquê. Debati-me muito com isso, e penso que isso é muito difícil de transmitir para o ecrã, mas imaginava-me como se fosse um leão na selva, e havia imensos animais por perto; sabem que não está a caçar, mas mesmo assim conservam uma certa distância. E isso era algo que eu queria inserir no filme, na verdade, há uma cena muito gira onde todos os pássaros estão muito longe quando eu entro na escola, literalmente todos os animais fogem, e dá essa ideia, mas de uma maneira subtil. Isso foi o mais difícil.

 

 

15 a 20 - No livro o personagem de Edward tem sempre 17 anos. Se os outros filmes forem realizados, como vão fazer para que a tua personagem se mantenha jovem?

R- Com injecções de Botos! (risos). Não, na realidade isso preocupa-me. Não sei, penso que vamos ter de começar a gravar em breve.

 

15 a 20 - Eu sei que tocas piano e no filme Edward compõe uma canção para Bella. Tocas piano no filme?

R - Sim, vou tocar uma peça composta por Carter Burwell.

 

15 a 20 - Incluirão alguma peça tua no filme ou na Banda Sonora?

R - Na realidade há 2 peças minhas no filme, embora não faça ideia do que lhes vão fazer, ah ah ah. Uma delas vai ser usada para um dos pontos-chave, que é um pouco bizarra, porque na cena estamos eu e Kristen, e há um close-up, e ouço-me a tocar guitarra, e a minha voz cantando ao fundo e a minha cara ali...

 

15 a 20 - Depois de teres feito o papel de Cedric Diggory no filme Harry Potter e o cálice de Fogo, não te preocupa ires de uma Saga literária para outra, ou seja, repetiste a ti mesmo?

R - Sim, mas é um papel diferente, não tem nada a ver, e a história é diferente.

 

15 a 20 - Sei que leste o escrito de Stephenie Meyer do ponto de vista de Edward para te prepares para o papel, certo?

R - Sim, li quando íamos a meio das filmagens, e, à semelhança de Crepúsculo que foi escrito do ponto de vista de Bella e ela realmente nunca sabe o que Edward é - porque ele está a mentir todo o tempo e a esconder coisas - tive muita liberdade para interpreta-lo como quisesse. Embora o livro diga tudo positivo sobre Edward, quando vês a situação real, tudo sobre ele -excepto para Bella-  é completamente negativo! Imagina que um dia te levantas e dizes "Eu não pedi para ser vampiro...e agora quero matar um monte de gente...e sinto-me mal a esse respeito. Não posso morrer, mas também não posso viver assim... Encontrei a única pessoa que me faz quer continuar a viver, mas também desejo matá-la", então ele está muito mal.

 

15 a 20 - Como fizeste para desenvolver as tuas habilidades de vampiro? Escreveste um diário como Edward, pensas publica-lo ou algo assim?

R - Não era realmente um diário... Não sei como comecei (ri-se). Bem, não me tinha dado conta da dificuldade de interpretar o personagem até que comecei a ler o script.

É uma personagem muito complexa, por isso fui para Portland cerca de 2 ou 3 meses antes de começar a gravar, e não fiz nada mais sem ser ler guião e os livros para encontrar algo que me pudesse ajudar a interpreta-lo, então escrevi algumas coisas...quero dizer, se te preparar imenso para um papel, chega uma altura em que só pensas nisso, por isso fazia como notas de suicídio, etc., foi um pouco preocupante, na verdade.

 

 

E solta uma gargalhada.



Patrícia_TP às 13:12 | link do post | comentar

3 comentários:
De maria a 23 de Outubro de 2008 às 14:20
Opa, hilariante,,,adorei as injecções de botox :)


De denise a 23 de Outubro de 2008 às 17:28
xte rapax é d+ xD


De Catarina a 23 de Outubro de 2008 às 18:02
LOL ele é unico. Botox xD nao sabia que ele tinha escrito um genero de diario pelo Edward isso +e giro ^^ notas de suicidio .... humm fantastico xD


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Ok, já vi o filme e foi... estranho. Mais alguém v...
Olá :) Bem visto! Actualizado, obrigada!Bom Doming...
Hey meninas, tudo bem?É "Queen Of The Desert" e nã...
Uau, muito à frente das sessões fotográficas que a...
<3
Como é bom ver o Rob! <3
Bom filme!!!
Tocante!
O estranho é que me lembro de tudo como se fosse o...
<3

Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds