Segunda-feira, 16.02.09

Aquando da tua entrevista com o Lexicon, o teu irmão ainda não sabia que tinhas sido escolhido para fazer de Sam Uley. Agora que o filme se tornou tão popular, ele finalmente descobriu? E se sim, qual foi a reacção dele?

Bem, ele não leu os livros mas com toda a minha família a falar disso nem precisava. Quando os números das bilheteiras saíram no primeiro fim-de-semana ele disse "Eu fico com metade!". 

Qual foi a tua reacção depois de leres o Breaking Dawn? (Um artigo disse que leste os três livros sem sair da mesma posição, isto assumindo que o fizeste) Sentiste que foi o final perfeito para uma série fenomenal?

 

Eu não quero falar demais e revelar coisas para aquela minoria que ainda não o leu mas vou dizer apenas que o Sam, agora, ainda é mais o meu favorito. Eu adorei o final e o monte de decisões distorcidas feitas no BD, realmente distinguiu esta série de outros romances sobre vampiros.

Qual foi o encontro mais estranho que já tiveste com um fã até agora?

Ela vai-se chatear por a ter chamado fã, mas o encontro foi mais do que estranho… Há uns dois anos eu troquei o número com uma rapariga num autocarro quando estava a voltar do ginásio. Ela nunca me ligou e eu também não, estúpidas regras do "quem telefona a quem primeiro"! De qualquer modo, recebi uma mensagem anónima no telemóvel. Eu tinha guardado o número dela no telemóvel e lembrei-me logo dela, esta é a mensagem "Nunca me ligaste. Sei que entras no Crepúsculo, o meu filme favorito. Se não te encontrares comigo ponho o teu número na internet. Não há escapatória J". Ao princípio pensei que a rapariga fosse doida mas depois lembrei-me da nossa primeira conversa "Não há escapatória" por isso até é engraçado que ela se tenha recordado de uma das minhas "persuasões". Sim, depois saímos e tomamos um café…

Assumindo que vais continuar a interpretar o Sam, que cenas estás mais ansioso para filmar no Lua Nova?

Eu quero filmar a cena de flash back em que o Sam se transforma pela primeira vez. Acho que me iria divertir a fazê-la. Se não houver um flash back, acho que qualquer cena em que o bando de lobisomens esteja todo junto deve ser interessante de se fazer. Pergunto-me como é que todos nós vamos apanhar o maneirismo uns dos outros para nos movermos como um.

Como te sentes por te vires a tornar um personagem maior nos próximos filmes do que no Crepúsculo?

Estou pronto. Tenho feito exercício 2 horas por dia todos os dias há já algum tempo, comido uma enorme quantidade de frango e bebido uma horrível bebida que aumenta o peso. Tenho aprendido e escrito canções dos rituais em Quileute, voltei a ler os livros e tenho trabalhado com um treinador de representação, apenas me tenho dedicado a isto. Acho que estou demasiado concentrado, não sei quando foi a última vez que vi televisão ou fiz qualquer coisa não relacionada com o Twilight. Uso poesia como escape mas até isso tem um gosto a Twilight ultimamente.

Quando aprendeste pela primeira vez a "Grass Dance"?

Tinha cerca de quatro ou cinco anos quando o meu tio-avô Wendell Jenise me ensinou. Agora vou-me manifestar um pouco, mas toda a minha vida recebi críticas dos outros dançarinos e dos mais velhos porque eu dançava muito pesado em vez de dançar com elegância. O motivo porque danço desta maneira é porque um dia o meu tio disse-me "cada passo é uma oração, cada oração deve ser levada a sério, a função de um dançarino de "Grass Dance" é pisar a relva e não ganhar competições." Também me lembro dele me ensinar "Hoop Dance" mas parei aos oito anos, devia começar de novo, hmm…

Qual o lugar (qualquer lugar no mundo) que escolherias para viver? E porquê?

Rowe Mesa, Novo México, Estados Unidos. O meu avô Servando Trujillo tinha terras lá, não sei o que aconteceu à propriedade depois de ele falecer. Eu sei que historicamente a terra pertencia ao povo de Jamez pueblo. Não voltei lá desde que ele morreu. Nunca me senti tão em paz como no deserto. Não há poluição das luzes das ruas ou da cidade, não importa a fase da lua, consegue-se ver perfeitamente de noite. É o único lugar calmo e silencioso o suficiente para se ouvir o bater do nosso coração num volume audível.

Qual é a coisa sem a qual não consegues viver?

A minha sobrinha e o meu sobrinho, Paloma e Falcon, de 5 e 2 anos. Eles são a razão porque continuo concentrado. Durante a minha vida fui perdendo familiares mais velhos e no intervalo de 4 anos perdi 2 familiares e 3 amigos próximos, os meus pequenos recordam-me que eu não posso ver o futuro com lágrimas nos olhos. Também acho que não é justo para eles que eu fique deprimido porque eles nunca hão-de conhecer esses que já faleceram. Eles merecem ver-me forte e feliz; não quero ser recordado como o "tio emo". Vê-los crescer é a coisa sem a qual não consigo viver.

Qual foi o papel mais interessante que já tiveste?

Além de interpretar o lobisomem alfa na melhor série de filmes de sempre, fiz de um personagem metade elfo em "7 Ravens". Não tive falas durante todo o filme, apenas "presença". Haviam algumas linhas escritas mas no primeiro dia o realizador disse "Tenta fazer isso tudo sem dizeres nada". Acabou por ficar muito bem. Havia uma cena de "morte" da irmã do meu personagem e eu tive que mostrar a dor e a angústia sem dizer nada, foi difícil e estranho, uma experiência interessante.

Porque fizeste a audição para o Crepúsculo?

Por muitas razões. Queria ajudar na audição do meu irmão. Eu também iria falhar comigo mesmo se não fosse e sei que não há muitos actores nativo-americanos por aí. Eu tinha parado de ir audições durante uns anos para me concentrar na universidade mas para ser honesto sentia falta de criar uma realidade alternativa e esticar os limites da minha própria personalidade. Eu também tenho muito orgulho em quem eu sou e das histórias de onde vim. Aproveito sempre uma oportunidade para representar a minha herança e para ser um modelo para os jovens nativo-americanos tal como todas as oportunidades de trazer para o resto do mundo uma experiência autêntica. Nunca me arrependo de não ter desistido de perseguir a fama, embora a educação nunca possa ser retirada.

Do que fizeste, qual a tua parte preferida no Crepúsculo?

A minha parte preferida foi ver toda a minha preparação ganhar vida no grande ecrã; trabalhar com o guarda-roupa algumas semanas antes das filmagens e aprender Quileute. Adorei ter a oportunidade de cantar uma música que escrevi em Quileute enquanto o Sol se punha, infelizmente não entrou no filme mas penso que estará no "bastidores" quando sair o DVD. Foi impressionante para mim que tanta preparação só fosse para uma fracção do filme. Tenho mais respeito pela indústria dos filmes agora.

Sempre estiveste interessado em representar?

Sempre, desde que me lembro. Ia a audições e represento desde os 9 anos. Acho que apenas tive que esperar as circunstâncias certas para ser descoberto.
 

 



Patrícia_TP às 07:40 | link do post | comentar

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Nova tatuagem?
sai o divórcio no museu antes de no papel :D
É interessante ver Michael Sheen em um papel difer...
Obrigada!
Obrigada! Sê bem-vinda :)
Oi, sou do Brasil e sou nova por aqui, estou amand...
Não sabia que se conheciam, a St.Vincent faz parte...
Corrigido, obrigada :)
Sabe tão bem voltar a ver fotos dele em ação. Uma ...
A foto não tem dia específico. É de ''há alguns di...

Arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds