Segunda-feira, 02.03.09

O site de fãs Bella and Edward tem uma entrevista exclusiva com o actor que interpreta o papel de Sam em Twilight, Solomon Trimble.

 

BellaAndEdward.com: Em primeiro lugar, fala-nos um pouco sobre o que andas a fazer. O que anda o Solomon Trimble a fazer da sua vida agora?

Solomon Trimble: Bem eu literalmente acabei de sair de uma aula que dou, Dança Nativa Americana -dança contemporânea - na pré-escola da minha sobrinha. Se ouvir a minha campainha e tudo isso, peço desculpas, se ouvir um monte de crianças a gritar ... É a minha pequena classe!

BAE: Vamos começar do início. Qual foi a primeira experiência que tiveste a representar e quando foi isso?
ST:
Quando eu tinha nove anos entrei numa peça, acho que se chamava “Voices of the Native People (Vozes dos Nativo Americanos). O director era Morey Evans, e eu era o substituto de um rapaz que interpretava Chief Joseph. Havia um monólogo, o discurso de Chief Joseph. Acho que foi a minha primeira exposição. Fiz algumas outras coisas, como, quando eu tinha seis anos fiz sapateado, a minha mãe era assim "sim, nós vamos inscrever-te nas aulas de sapateado", porque eu adorava o James Brown e estava sempre a imitar a maneira como ele dançava. Há rumores de que ele é índio, mas todos os índios pensam que qualquer grande pessoa é indiano, por isso deixem lá! 
 


BAE: Tu inicialmente apenas foste acompanhar o teu irmão às audições para “Crepúsculo” e, de alguma maneira, acabaste por ficar com o papel de Sam! Podes dizer-nos novamente como isso aconteceu?
ST: Eu tinha feito algumas coisas, eu andei atrás da fama até aos 21. Era  difícil ser levado a sério à mesa quando eu estava sempre a dizer, "Ah, eu quero ser uma estrela de rock!" Então, quando tinha 21 anos foquei-me mais na faculdade, mas antes eu tinha feito algumas coisas com Lana Veenker Casting  aqui em Portland, e eu tinha recebido um e-mail deles a dizer que estavam à procura de Nativos [Americanos] rapazes de  16 – 19 anos e eu tinha 24 na altura, então eu não ia. Mas o meu irmão vive perto de Bellingham, em Washington na reserva indígena e ele ligou-me e disse-me: "Eu quero ir à audição! Eu estou lá num minuto!" e eu era assim, "Estar onde num minuto?" e ele disse, "Eu vou estar na baixa, estou no comboio, estou a cinco minutos!" então eu realmente não tive escolha. Ele tinha alguns pedaços de onde estava a ler, provavelmente teve-os umas semanas antes.  Eles foram todos entregues e copiados para amigos, havia uma grande quantidade de pessoas nativas  que vieram e leram a parte. Ele [o meu irmão] queria ler e queria que eu lesse também. Ele era assim, "anda lá, já fizeste isto antes!" então eu pratiquei com ele e eu tinha quase tudo decorado antes de entrar de qualquer maneira, por ter praticado tanto com ele. Eu realmente só estava lá para o apoiar, mas Lana Veenker Casting  era assim, "Tu devias apenas entrar e ler, que já estás aqui!" e eu disse ao meu irmão que lia se ele lesse também. Eu fui, e li para a Catherine [Hardwicke], mas eu não sabia que estava a ler para a realizadora do filme, eu pensei que ela fosse a Lana Veenker porque eu nunca a tinha visto antes! Provavelmente eu chamei-a de Lana quando saí da audição. Então sim, eu apenas fui lá e li, e havia a oportunidade de improvisar sobre uma das linhas do guião. O meu conhecimento é em poesia, foi algo a que fui introduzido enquanto caloiro no secundário.  Eu estava realmente em contacto com a emoção do guião, com o que eu pensava que estava a acontecer. Essas linhas não estão sequer no filme agora, porque o guião mudou imenso * risos *. Eu estava a ler para a personagem de Jacob e eu continuei e continuei enquanto pude.  Quando eu percebi que tinha a atenção de toda a gente tive uma acto de auto-consciência e parei. Olhei para cima e a Catherine disse, "Tu podes fazer isto!" e eu era assim, "Sim eu posso fazer isto!". Então ela disse: "Tu não és o que estamos à procura para o Jacob, mas és o Sam na minha cabeça!" E eu, "Sweet!" mas eu não sabia o isso significava na época.

BAE: Porque ainda não tinhas lido os livros naquela época, certo?
ST: Sim, mas eu tinha ouvido falar da sua popularidade. A minha cunhada faz parte de um clube dos livros de “Crepúsculo”, então eu sabia algumas citações como " stupid, shiny, Volvo owner " e um monte de outras aleatórias citações. Ao princípio eu era assim, "Como é que pode estar toda a gente tão excitada com esses livros?" e então eu li-os, e agora ao fazer parte dela, eu entendo o fenómeno cultural.

 

(Continua)


Joana TP às 16:02 | link do post | comentar

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Nova tatuagem?
sai o divórcio no museu antes de no papel :D
É interessante ver Michael Sheen em um papel difer...
Obrigada!
Obrigada! Sê bem-vinda :)
Oi, sou do Brasil e sou nova por aqui, estou amand...
Não sabia que se conheciam, a St.Vincent faz parte...
Corrigido, obrigada :)
Sabe tão bem voltar a ver fotos dele em ação. Uma ...
A foto não tem dia específico. É de ''há alguns di...

Arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds