Quarta-feira, 04.03.09

ST:Tenho-me esforçado fisicamente como ninguém! A minha família costumava gozar comigo por eu ser gordinho, mas agora são assim, "Isto não está bem!" porque eles estavam acostumados a ver-me como um rapaz pequeno e gordinho. O meu irmão é assim, "Dang! Eu tenho de começar a ir ao ginásio!" Ele e eu andamos sempre em competição. Ele conseguiu entrar na indústria da música antes de mim. Mas assim que eu fiquei com este papel, eu esfreguei na cara dele, mas ele pode provavelmente bater-me mesmo assim!

BAE: O teu irmão queria ir à audição para Crepúsculo, actuar é algo que de familia?  
ST:
Eu acho que começou com minha irmã mais velha que foi modelo. Ela foi uma modelo bastante conhecido por uns tempo, mas ela decidiu deixar por razões culturais. Eu acho que foi realmente ela abriu o caminho para o que eu chamo "o negócio". É realmente a confiança que se tem que ter quando se vai para audições ou entrevistas, e estar conformado em partilhar tanto quanto possível.  Ela deu-me muita confiança, ao vê-la em sessões de fotografias e entrevistas. E sempre que queria fazer alguma coisa, ela já tinha ligações em Portland, de modo que ela realmente me ajudou a obter alguns papéis. Mas sim, depois da minha curta carreira de modelagem, eu fiquei gordinho de estar sentado a estudar matemática todos os dias * risos *. Eu não podia correr muito longe durante um período de tempo prolongado. Antes disso eu tinha feito alguns trabalhos como modelo que minha irmã me arranjou. Uma vez, eu estava num cavalo a segurar um cobertor e uma espingarda, muito Nativo Americano * risos *, mas sim, eu acho que foi meu primeiro trabalho de modelo. Pergunto-me onde estarão essas fotos? Normalmente, quando se está numa grande produção todas estas imagens aparecem que ou são muito infelizes ou então apenas se está a pegar um pedaço de comida ou algo parecido. 
 


BAE: Já fizeste pequenos filmes e tal antes de Crepúsculo, mas este é o teu primeiro grande filme. O que é que aprendeste nesta experiência sobre o filme / indústria que não sabias antes?
ST:
Eu estudei os Quileute tanto quanto eu podia e reuniu-me com membros de uma tribo, para me certificar das roupas que estavamos a usar eram autênticas. Também escrevi algumas canções contemporâneas dos Nativos Americanos na sua língua e ouvi as suas histórias. Eu não percebia quanto tempo pode ter apenas uma cena. Tenho mais respeito pelo negócio agora, há tanta coisa envolvida. Tive de trabalhar imenso com o guarda-roupa e nós conversamos muito sobre a história e que tipo de vestuário a tribo os membros iriam usar, e se fosse parte da tribo dos lobos, que roupas se teria de usar, e coisas assim. O que me traz de volta aos cobertores das tribos, havia um grande casaco desses que eu estava a vestir e nele havia uma imagem do que parecia ser um lobo, eu pensei que era realmente relevante. A minha mãe pegou nesse cobertor e fez um casaco para mim para a graduação como uma honra de eu ter terminado a escola secundária. Não são muitos os nativos americanos que têm a oportunidade de acabar a escola. Então sim, eu trouxe ele [o casaco] para as filmagens e a Catherine apaixonou-se por ele. Acabámos por usá-lo no filme. Eu queria trazer tantos detalhes quanto possível. Eu também trouxe uma cesta Quileute que fiz, mas não usaram no filme. Eu também trouxe uma rede de pesca, porque eu estava a pensar, "O que será que os rapazes estão a fazer na praia afinal?" Eu puxei alguns dos rapazes Quileute de lado e perguntei-lhes: "O que é que vocês fazem? Porque é que vocês iriam à praia?" e eles assim: "Bem, vivemos  numa cidade pequena, e um monte de gente veio visitar a praia, nós vimos para ver as raparigas!" Eu e o Krys rimo-nos disso o tempo todo.

BAE: Tens esperança de te tornares uma grande estrela de Hollywood ou preferes sentar-se e fazer filmes independentes?  
ST:
Sabe, estão-me sempre a fazer essa pergunta. Gostaria realmente de fazer as duas coisas. Estudei artes marciais dos 7 aos 14 anos, era maioritariamente desporto de contacto, mas eu parei depois de ter sido atingido no rosto um par de vezes. A minha mãe estava sempre a dizer piadas sobre mim porque eu estava tão preocupado em ser famoso, que ela era sempre assim, "Bem, nós temos de proteger o homem do dinheiro!" Mas sim, eu gostaria de fazer grandes filmes acção e, em seguida, pequenos filmes indie. Eu tenho um pouco de ascendência mexicana na minha família, assim como russo e um quarto de irlandesa, e eu estudei russo durante um tempo assim compespanhol. Gostaria de interpretar um russo, num filme, ou um personagem hispânico * risos * sabe, esticar os limites da minha própria personalidade.

BAE: Quais são os teus pensamentos / sentimentos sobre a Catherine Hardwicke deixar os futuros filmes da saga Crepúsculo?
ST:
Eu não sei porque ela não é mais a realizadora, mas eu tenho certeza que é por uma boa razão. Seja o que for que o novo realizador faça para o levar para uma direcção nova está completamente bem para mim. Eu tenho certeza que Twilight ajudou na carreira de Catherine, ela está provavelmente enterrada por trás de uma pilha de guiões agora mesmo! Mas sim, eu apoio qualquer direcção que o próximo filme tenha. Eu compreendo que a indústria cinematográfica é acerca de entretenimento, mas ao mesmo tempo, é sobre como ganhar dinheiro.

BAE: Agora, sobre o elenco de Crepúsculo, qual era a pessoa mais divertida com quem trabalhaste?
ST:
Ah ... dang! Havia um cameraman... o seu nome era Jeff, ele era um tipo muito engraçado. Ele estava lá todos os dias no set de Twilight, onde todos eles fossem. Eu e ele tornamo-nos bons amigos e nós saímos para comprar prachas para ir fazer longboard * risos *, mas a minha carreira de skate acabou! Fui fazer skate com o Krys em Junho e magoei o meu ombro provavelmente mais do que eu gostaria de admitir. Tive de tirar um mês do trabalhar porque causa das dores no ombro! Mas o Krys era hilariante só porque ele era tão adorável! Cada vez que estávamos a discutir ou ele estava a tentar dizer algo sério, ele ficava perto de mim e o seu hálito cheirava a manteiga de amendoim por isso era realmente difícil levá-lo a sério! Mesmo quando eu lhe disse que estavamos [na praia] para encontrar raparigas, ele iria estragar estas linhas. O Krys era realmente muito engraçado, provavelmente na segunda linha após o Jeff. Mas eu não posso dizer muito mais, porque estavamos constantemente a fazer coisas que nos diziam para não fazer e a metermo-nos em sarilhos. Nós estávamos a brincar e a falar muito alto, tivemos de ser silenciado muitas vezes. A Catherine achou que era hilariante também, mas eu tenho certeza que alguns dos membros do elenco eram, "Vamos lá! Estamos a tentar fazer um filme aqui!" Eu tenho certeza que no meu próximo filme eu vou ser conhecido como o prega-partidas e vou estar a receber gritos o todo o tempo, mas tem de se viver a vida, é preciso ser feliz * risos *!

BAE: Eu li que tiveste alguns encontros muito interessantes com Robert Pattinson. Podes-nos dizer alguma coisa sobre isso?
ST:
Ha ha ... Robert! A primeira vez que eu o vi era, tipo, três dias antes da filmagem da cena da praia. Ele e Kristen estavam pendurados nos galhos de árvore para uma cena.  Houve uma pausa para almoço, e acabei por conhecer pessoas. Kristen [Stewart] passou lá e era assim, "Ei! Tu és o Sam, é o Solomon! Tenho ouvido falar muito de ti!" Fiquei impressionado por ser uma espécie de estrela por um segundo, e foi realmente estranho, porque essa foi a primeira pessoa do elenco com quem falei.  Então fomos comer e eu vi o Robert e o seu duplo sentados um ao lado do outro. Eu poderia dizer quem era quem, logo ao início. Fui buscar uma bebida ou algo parecido e o Robert começou a andar para mim para eu levantei a minha mão e disse, "Ei, eu sou o Solomon, interpreto o Sam" e ele foi assim, "Oh! Claro, desculpa, mas tenho de fazer chichi!" ou algo parecido. Foi hilariante! Esse foi o nosso primeiro encontro. A segunda foi na festa depois da estréia. Fomos para algum lugar em LA e eu vi o Robert novamente e eu disse, "Hey, What's up?" e novamente ele disse, "Meu Deus, tenho de fazer chichi!" Eu disse, "Todas as vezes que te vejo tens de ir a casa de banho!" e continuou a andar a rir, mas quando ele voltou nós trocamos números e ele disse, "Liga-me quando estiveres em LA." Foi bem engraçado!


Joana TP às 00:08 | link do post | comentar

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Nova tatuagem?
sai o divórcio no museu antes de no papel :D
É interessante ver Michael Sheen em um papel difer...
Obrigada!
Obrigada! Sê bem-vinda :)
Oi, sou do Brasil e sou nova por aqui, estou amand...
Não sabia que se conheciam, a St.Vincent faz parte...
Corrigido, obrigada :)
Sabe tão bem voltar a ver fotos dele em ação. Uma ...
A foto não tem dia específico. É de ''há alguns di...

Arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds