Quinta-feira, 30.09.10

 

 


Parte 2

Versão do Jacob


Quando saí da cozinha, depois de ajudar Emliy com os aperitivos, ia decido a puxar a Nessie para dançar. Não queria estar nem mais um minuto longe dela, e tudo o que queria esta noite era dizer-lhe que a amava. Queria dizer-lhe tudo o que sentia e que todos os dias teimava em sair da minha garganta. Não queria ignorar mais os meus sentimentos. Hoje, eu e ela, íamos falar sobre isto e não haveria escapatória. Vi que Rubi lhe apresentava um amigo. Olhei-me ao espelho, passei mão suavemente pelo cabelo garantido que estava direito, endireitei a minha roupa, verifiquei o meu hálito, pus o meu melhor sorriso e fui direito na sua direcção para a puxar para dançar.

Fui travado pela bonita colega delas.

“Olá Jacob!”

“Oh, olá! Vilolet não é?” disse tentando desviar-me dela.

“Sim, sim! Ainda te lembras! Que bom… achas que podíamos falar um pouco?”

“hãn? Falar… sim claro!” acabei por perder uma excelente oportunidade de falar com a Nessie… e esta rapariga não se calava?

Continuei a tentar que a conversa tivesse fim… a Nessie cada vez estava mais próxima do rapaz que nunca vira e não estava a gostar de como ele olhava para ela… Senti a mão de Vilolet no meu braço. “Tens uns músculos realmente… perfeitos!” Não pude evitar sorrir. Nisso podia dizer que tinha orgulho.

Ela continuava a falar e eu ia soltando umas risadas de vez em quando fingindo que lhe prestava atenção. Até que ela se agarrou a mim quando começou um slow.

“És um querido Jacob… adoro o teu sorriso!" Apertou-me mais contra ela e deu-me um beijo demorado na cara. Agora conseguiu captar a minha atenção. Nunca nenhuma rapariga tinha sido tão atrevida a esse ponto. Sorri-lhe espontaneamente. E comecei realmente a prestar atenção ao que me estava a dizer.

Reparei que ela era bastante simpática e simples. Pareceu-me mesmo uma menina direita e com bastante juízo. Mas tinha de lhe deixar claro que não estava minimamente interessado nela. Talvez se a Nessie não existisse eu pudesse ponderar…

Algo captou a minha atenção desviando-a de Violet novamente. O sorriso estridente da Nessie. Tomei atenção ao que ela dizia "Ai, se soubesses o que me passou há bocado pela cabeça..."

"Diz-me..." respondeu-lhe o rapaz aproximando-se mais da Nessie, segurando-lhe pela cintura enquanto as suas mãos iam descendo ao longo das suas costas. Aproximou o rosto do pescoço dela. Comecei a tremer involuntariamente. Continuei a ouvir o que diziam.

"Apeteceu-me morder-te..."

“Hum… adorava que o fizesses!” Respondeu o rapaz descaradamente.

Não! A Nessie passou das marcas!! Morde-lo? Mas onde é que ela tinha a cabeça?

“Está tudo bem Jacob?” Violet perguntou recuando perante a minha reacção. Quase me esqueci que estava junto dela.

“Não está tudo bem.” Tentei sorrir. “Acho que a Nessie bebeu de mais… vou busca-la está bem?” afastei-me respirando compassadamente para não cometer nenhuma loucura. Até que vi a Nessie aproximar-se do pescoço do rapaz. A tocar-lhe com a língua. Não! Não é que ela vai mesmo morde-lo! Pensei exaltado.

"NESSIE NÃO!!!" gritei.

"Jake..." ela disse confusa.

Corri a separa-los.

"Afasta-te anormal. Nunca mais lhe toques. Não vês que ela está bêbeda? Não tens noção, é apenas uma rapariga indefesa e tu a aproveitares-te dela! Sinceramente, DESAPARECE! NÃO TE QUERO VER MAIS À MINHA FRENTE!" gritei ao rapaz.

De seguida puxei-a para mim. Enchi um copo com água e encostei-lhe aos lábios.

"Bebe, vai fazer-te bem..." ordenei. "Ainda bem que não vais dormir a casa." Acrescentei num murmúrio.

Peguei nela e levei-a para o meu quarto. “A festa acabou. Peço que saiam todos…”

***

 

“Mas onde raio tens tu a cabeça?” gritei-lhe quando a pousei no chão.

Ela agarrou-se a mim para não cair. “Deixa de gritar! Estava apenas a divertir-me!” voltou a cambalear fechando e abrindo os olhos lentamente e segurei-a fortemente pelos braços fixando o meu olhar nos olhos dela.

“Estavas a divertir-te bêbada e prestes a morder um humano?? Estás louca?” As minhas mãos agarravam os braços dela cada vez com mais pressão. Estava a tentar controlar-me para não tremer descontroladamente.

“Estás a magoar-me Jacob…" Soltei-lhe um pouco os pulsos mas sempre sem a deixar escapar, pois se o fizesse ela caía. "Eu não ia morde-lo… e sim estou louca!! Estou louca por tua culpa!”

“Por minha culpa? Fui eu que te incentivei a beber por acaso? Fui eu que te pedi para te encostares aquela coisa que olhava para ti como se fosses comida? Fui eu que te obriguei a lamber o pescoço dele para te descontrolares? Já pensaste se o tivesses mordido?” Ela olhou para o chão abanando com a cabeça. "Tens noção que puseste toda a tua existência em causa? A tua identidade... Nessie ias arranjar muitos problemas se o fizesses... E ainda dizes que fui eu que te incentivei a isto tudo?"

“Por acaso foste! Se não andasses a lançar o teu charme para todas as miúdas de saia desta sala, eu não tinha feito nada disto!”

“Mas o que estás para aí a dizer?"

"Pára de gritar comigo... Tu não estás a perceber nada!!”

"O que é que eu não percebi?"

“Que eu gosto de ti seu estúpido!” agarrou-se a mim sem eu esperar e beijou-me. Não foi propriamente o beijo que eu estava a espera. Mas a fúria desapareceu quando senti que os lábios dela tocavam ao de leve nos meus. Mas ela estava demasiado bêbada. Não podia permitir que ela fizesse algo que se arrependesse depois. Afastei-a de mim e abracei-a. Ela fechou os olhos. Sentei-me na cama e deitei a sua cabeça sobre as minhas pernas. Quando dei conta ela já estava a dormir. Descalcei-a e deitei-a cobrindo-a apenas com um lençol. Ia ficar junto dela. E o meu calor era suficiente para a manter quente. Fiz-lhe uma festa na cabeça. Ela dormia profundamente.

“O que foste tu fazer minha pequena…. Prometo que não te vou voltar a fazer sofrer, e que te vou proteger sempre… hoje não te protegi, e nunca me vou perdoar por isso… mas prometo que será a última vez…”



Carolina às 21:17 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Contador: hits

Staff do TP: And, Carolina
layout: MissangaAzul


Contactos


em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Oooohhhhhhh
Na altura em que essas fotos saíram, foi dito que ...
Foi surpreendente vê-lo entrar com aquele casaco, ...
Olá :) Talvez surpreendentemente, não, em princípi...
Olá And e Carolina, alguma de vocês vem até Lisboa...
Bom, ainda bem que vi a vossa informação. Ontem co...
Meninas, a exibição do dia 24 já não existe. Foi s...
Que bom, gosto do Festival e agora há mais um bom ...
Oh Meu Deus! É agora que me dá uma coisinha má...
Adoro este filme :)

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds