Domingo, 31.07.11

Kellan Lutz pousou para umas fotografias em exclusivo para o JustJared.com durante o Comic Con de 2011, durante o início do mês em San Diego, Califórnia.

Aqui está o que o rapaz de 26 anos de Crepúsculo tinha para partilhar:

 

JustJared: Fala-nos sobre acabar os filmes de Crepúsculo agora que acabaste de filmar os dois últimos…

Kellan Lutz: Eu olho para trás, e sabes, eu estava a trabalhar como actor, foi muito fixe, tive muita sorte. Eu tinha acabado Generation Kill que me fez estar sete meses em África e um projecto para a HBO e depois entrei para o Crepúsculo e depois foi como o Super-homem, a volta na Six Flags (parque de diversões), onde era gravar e depois não fazíamos ideia do que se estava a passar e estávamos a subir cada vez mais e era mais divertido também.

 

 

JJ: Ao vires do projecto da HBO, eu tenho a certeza que tinhas muitas ideias para a tua carreira, e não saberes o que seria o Crepúsculo, chegaste a pensar em recusar o papel?

KL: Sim, eu não queria fazer o papel. Eu passei muito tempo a filmar em África, sete meses, e isso é muito tempo sem a família e os cães. O meu agente queria que eu me candidatasse para o Edward e eu li o guião e pensei que era uma personagem demasiado depressiva para mim naquela altura, eu queria fazer alguma coisa em que me risse. Eu queria fazer uma pausa na representação e disse isso, recusei, não fui à audição algumas vezes. O Ryan, o meu agente, naquela altura sabia que ia ser um projecto especial e por isso ele disse-me para ler o papel do Emmet, e eu li, só tinha quatro falas, mas ele era o irmão grande, a salvação cómica e apaixonei-me por ele. Eu disse “Claro, eu adoraria representar este tipo de papel.” Eu fui à audição, é uma história longa e curta, aqui estou eu a acabar a saga e o Emmet vai estar no meu coração para sempre.

 

JJ: Vocês filmaram estes filmes muito rápido.

KL: Foi mesmo rápido. Estava a pensar mesmo sobre isso. Quatro anos para fazer cinco filmes, é óptimo. Os filmes têm sido fixes, este último durou sete meses porque gravámos dois o que foi um bocado difícil, mas foi um percurso agradável.

 

JJ: Já tiveste alguns encontros peculiares com os fãs?

KL: Eu adoro as convenções que me levam a todo o mundo, especialmente nas pequenas cidades e nas vilas pequenas. Até à data o mais extremo foi um em que uma fã trouxe algemas e queria algemar-me para me levar para casa. Eu estava a brincar com ela e disse “Algema-me e leva-me para casa” e ela tirou as algemas e a segurança teve que intervir. Agora parece fantástico, eu sinto que os fãs amadureceram com os livros e com os filmes. Ainda é um bocado extremo, mas eu sinto que eles estão mais perto de nós enquanto humanos vs. estes personagens. Agora é muito divertido estar com os fãs. É divertido conhecê-los, se estamos no mesmo lugar falamos e estamos com eles durante o almoço, tomamos uma bebida juntos, todos são muito fixes. Eu tenho muita sorte por ter este tipo de fãs que nos adoram.

 

JJ: Está mesmo a sair Immortals, parece que vai ser fantástico!

KL: Estou muito entusiasmado com isso. É como um sonho tornar-se realidade. Trabalhar com o Tarsem Singh que fez The Fall e The Cell, dois dos meus filmes preferidos.

 

JJ: Tem um elenco muito bom!

KL: Tem um elenco fantástico. John Hurt, Luke Evans, Freida Pinto, Mickey Rourke, Henry Cavill. Para mim foi um grande passo em frente e um grande salto. Fazer de Poseidon! Eu adoro mitologia grega, eu sou peixes e adoro o oceano. As peças encaixaram-se com esse papel.

 

JJ: Nós temos a certeza de que vão vir muitos projectos divertidos com o sucesso que tens tido. Especialmente com o teu corpo que está a favor desse tipo de papéis…

KL: Surpreendentemente (risos) muitos filmes sobre Chippendale, não estou a brincar.

 

JJ: A vida real de um Chippendale (risos)…

KL: Confissões de um Chippendale! (risos)

 

JJ: Qual é a tua prioridade enquanto actor?

KL: Um papel sobre boxe, um filme de luta.

 

JJ: Andas à procura de guiões para esse género de filme?

KL: Sim, aquele que o Tom Hardy acabou de fazer (Warrior). Eu li o guião e apaixonei-me por ele. Eu gostava de fazer de He-man, era o meu preferido quando era criança.

 

JJ: É tempo de ires para uma coisa nova.

KL: Sim, eu adoraria fazer um Super-herói, Marvel ou DC ou algo parecido.

 

JJ: Estás à espera do projecto certo para seres o personagem principal de um filme desse tipo?

KL: Sim, estou. Eu gostava de ter feito o Capitão América. Eu acho que o Chris Evans foi uma grande escolha para o papel, e mal posso esperar para ver o filme. Eu adorava fazer de alguém que eu tenha crescido a gostar.

 

JJ: Vamos trazer algumas ideias para que os estúdios te possam ligar…

KL: (risos) Flash, Aquaman, adorei o Johnny Quest. Sabes, adorava fazer de uma Tartaruga Ninja ou algo parecido, Michelangelo.

 

JJ: São muitas ideias…

KL: Hey! Eu tenho montes de papéis que posso fazer.

 

JJ: Tu tens alguns filmes que saíram ou que ainda vão sair este ano, a tua agenda deve estar bastante preenchida!

KL: Sabes, é bom trabalhar. É muito estranho ser um actor porque gravas algumas coisas, especialmente filmes independentes que só saem um ano ou dois anos depois. Eu pergunto-me o que é que eu fiz em 2010, e depois sai tudo em 2011. É um bocado estranho porque o tempo voa.

 

JJ: Com quem é que gostavas de trabalhar no futuro?

KL: Robert Redford, há algum tempo. Ele é grande.

 

JJ: Nós víamos-te a fazer algo com o Scorsese.

KL: Com o Scorsese ia ser fantástico! Adorava trabalhar com o Leo DiCaprio e com ele. Também quero trabalhar com o Matt Damon ou com o Leo ou algo assim parecido. Acho que seria muito divertido e trivial. Com o Bruce Willis também seria divertido, adorava fazer parte dos filmes Die Hard.

 

JJ: Tens tantas ideias!

KL: Bem, tenho pensado muito nisto. Eu faço estes objectivos e tento concretizá-los.

 

JJ: Acabas-te de fazer uma comédia romântica, como é que foi?

KL: Eu fiz Love, Wedding, Marriage e foi uma experiencia muito divertida. Foi uma coisa que eu sempre quis fazer e fico feliz por tê-lo feito. Faria de novo! Foi muito divertido.

 

JJ: Como é que arranjas tempo para manter o teu corpo e essa boa forma?

KL: É difícil! Especialmente quando fecham os ginásios. Durante as filmagens de Crepúsculo enquanto eu estava na maquilhagem e com as lentes de contacto não podíamos comer doces ou tínhamos de voltar para a cadeira, por isso quando estou a trabalhar tem tudo a ver com o não comer tudo e não ir ao catering e tentar cortar nos doces e mantermo-nos hidratados. Eu adoro nadar, mas comecei a correr e adoro saltar à corda e podemos fazer dentro de casa.

 

JJ: Prazeres em que te sentes culpado?

KL: Os doces, de certeza! Agora é daquelas coisas em que eu não posso ter uma gaveta com doces no meu quarto. Eu ainda tenho doces do Halloween de quando estava no Arizona em 2003.

 

JJ: Isso é um bocado vintage…

KL: (risos) Sim, graças a deus que não é assim tão mau. A minha bola de fogo está verde agora, a cor sai mas ainda está picante.

 

JJ: Qual é o teu paraíso?

KL: Eu mudei-me recentemente para a praia e adoro estar lá. Eu não sei porque é que demorou tanto tempo, mas agora vou correr todos os dias para a praia e é lindo.

 

JJ: Isso é ouro para os paparazzi…

KL: Eles não costumam estar lá! Quando eu estava no Valley eles punham-se de plantão do lado de fora da minha casa, agora mudei-me e nunca estou em casa por isso não podem descobrir onde é que eu moro. Até é fixe.

 

JJ: Quais são as melhores e as piores coisas que vieram com a fama?

KL: A melhor é poder viajar mas também dar a voz a organizações de caridade a que eu pertenço. Eu penso que muitas organizações como a Boys and Girls Club e o Saint Bernard Project, e a PETA, sou um grande defensor dos animais e das crianças. É fixe doar fundos, muitas das vezes são grandes organizações, só não têm uma voz. Eu gosto de espalhar a consciência, foi por isso que criei a minha conta no Twitter. Eu gosto que os fãs também comecem a fazer parte. Por outro lado, a parte pior é que não posso ir para Vegas e curtir com raparigas na piscina como eu costumava adorar fazer.

 

JJ: Temos a certeza que as pessoas agora pedem menos para sair porque estás constantemente a trabalhar e podes parecer inacessível por causa daquilo que fazes…

KL: Sim, sabes que as pessoas têm outros motivos. Graças a deus que ainda tenho os meus bons velhos amigos. Namorar é um bocado difícil, agora estou ocupado, estou solteiro. Sou só um rapaz normal, estou sempre à procura. Agora sei o que quero.

 

JJ: Quem é que queres que nós escolhamos para estar contigo no He-man para que nós talvez possamos falar de um romance?

KL: Ooo… Quem, quem, quem… podia ser a Jessica Biel.

 

JJ: Ela está solteira!

KL: Ela está na dela! Sabes, gostava de conhecer muitas mais pessoas, é um bocado difícil porque tu só conheces pessoas com quem trabalhas.

 

JJ: Quem é que devia realizar He-man? Estou a pensar em algo sombrio como Guillermo Del Toro.

KL: Guillermo era fantástico.

 

JJ: O que é que se segue para ti?

KL: Eu tenho um filme chamado Bumped é o que estou a fazer em Buffalo, NI. Ironicamente o filme está sempre em colisão por isso vamos ver como vai ficar. Acabei um filme chamado Syrup que foi muito divertido. Depois vou produzir. Estou a fazer um filme chamado Lucas que se parece um pouco com o tipo de Jason Bourne com a Scott Free Entertainment, eles também vão produzir.

 

JJ: Também vais entrar no filme?

KL: Sim, é um guião muito fixe. É muito bom entrar no lado da produção e fazer a nossa própria estrada.

 

JJ: Estás entusiasmado para fazer acrobacias e mais acção?

KL: Sim, o filme vai estar cheio de acção. Também é um thriller psicológico.

 

KL: Vais fazer as tuas próprias acrobacias?

KL: Espero que sim! Agora vou poder fazer isso, porque vou ser produtor. Dessa forma ninguém pode dizer-me que não o posso fazer.

 

JJ: Não digas isso ao teu agente.

KL: (risos) Eu sei. Ele não quer saber, ele gosta das minhas cicatrizes de batalha. Eu fiz um filme chamado Arena e uma faca cortou-me o peito.

 

JJ: Bem, mal podemos esperar para ver isso!

KL: Eu tenho praticado os meus saltos!

 

 

 

 Tradução e adaptação: TP (por Ana Galrão)
Fonte



And às 19:46 | link do post | comentar

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Eu venho cá todos os dias para ver o que há de nov...
Olá :) Pondo as cartas na mesa e sendo sincera ao ...
Olá! Vocês vão desativar a página...?
Que coincidência engraçada! Confesso-te que até ti...
Que orgulho!
As voltas que a vida dá, sem dar voltas nenhumas: ...
Queen sempre foi uma das minhas bandas de eleição....
Tudo corrigido. Obrigada :)
A foto é de dia 03 de Julho, na exposição de anive...
Sebastian Bear é o marido da Emily e produtor de "...

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds