Quarta-feira, 30.11.11

"Brianne"

Capítulo 40 - Alice

 

 

 

 

 

Quando regressamos, a casa estava silenciosa.
Tinham-se passado horas desde aquela trágica manhã. Pelas minhas contas deviam ser perto de 4 da tarde.
Sentia-me cansada. Os meus olhos ardiam. A minha cabeça ardia. Os meus pensamentos estavam congelados no momento em que Seth caíra aos meus pés.
Estremeci, tentado afastar aquela imagem da minha mente.
- Tens a certeza que ficas bem? – perguntou Ellen, à entrada da porta.
- Sim – menti. Não, eu não ficaria bem. Nem ali, nem em lado nenhum.
Ellen assentiu reticente, depositou-me um beijo na testa e saiu disparada (se bem me lembrava, Ellen referira que iria com Bella e Jacob buscar Reneeme a escola para se ir ambientando às rotinas da família. Depois iria ainda á casa de Bella e Edward na floresta).
Respirei fundo. Seria possível que Seth ainda estivesse dentro de casa?
Uma onda de pânico percorreu o meu corpo, e ponderei dar meia volta e esconder-me atrás de uma qualquer árvore do jardim.
Mas, os meus pensamentos infantis foram interrompidos pela porta que se abria
á minha frente.
- Não, ele não está aqui. – Respondeu-me Alice.
Sorri-lhe levemente. Mas os meus pés ficaram colados ao chão.
- Anda, entra. Deves estar gelada. – referiu.
Estaria? Estaria eu gelada? Não sentia nada...
Forcei o meus pés a moveram-se. Entrei, e Alice fechou a porta atrás de mim.
Como se de força gravítica se tratasse, fui atraída pelo sofá.
Sentei-me, encostei a minha cabeça ao tecido branco, e fechei os olhos.
- Oh! Não fiques assim! Tudo se vai resolver! – disse-me Alice com uma voz doce.
Mas ela não o sabia. Não conseguia ver nada relacionado com os lobos. Era uma ideia sua. O que ela achava.
Respirei fundo, tentando acalmar-me.
- Hum... porque não vais dar um passeio? – Interrompeu-me Alice.
Será que ela achava mesmo que eu queria dar um passeio?
- E se eu disser não? – Retorqui, ainda de olhos fechados.
- Vou dizer que fazes mal! – Respondeu, sentando-se a meu lado. – Por exemplo, La Push é lindo!
Gelei. Será que Alice tinha noção de que tinha pronunciado o nome da reserva em que Seth vivia?
Abri os olhos e encarei-a. Ela olhava-me serenamente, através dos seus olhos dourados.
- Alice, será que não posso ficar só por aqui, por favor – pedi.
- Não senhora! Vais sair!
- Mas... - preparava-me para protestar, embora, e pelo que sabia, Alice nunca perderia uma luta deste género.
- Bem! Tens que te arranjar! – Referiu com um tom de desaprovação, abanando a cabeça. – Uma maquilhagem... um penteado...
Alice saiu da sala enumerando " o que eu precisava antes de sair de casa", não reparando decerto que as minhas roupas apresentavam grandes manchas de lama.
Afundei-me no sofá, tentando dormir, para que Alice desistisse da sua ideia, mas, nem 10 segundos se tinham volvido, e ela já estava de volta, carregando um arsenal de produtos de beleza.
Suspirei, e tentei conter as lágrimas. Será que ela não percebia o que se tinha passado naquela manha? Nunca imaginei Alice como alguém insensível!
Supunha que ela tinha um plano... ou então, eu estaria redondamente enganada a seu respeito.
- Alice, por favor... - pedi com um fio de voz.
- Não me faças perguntas, nem me peças nada... apenas confia em mim – suplicou, enquanto me espalhava um creme pela face.
Sem que eu pudesse ver quem era, a porta de casa abriu-se com um estrado, e uns passos leves e pequenos ecoaram pela sala, seguidos de uns mais pesados.
- Brianne! Brianne! – Chamava a voz melodiosa de Reneeme. Não pude deixar de me sentir vaidosa ao ouvi-la dirigir-se directamente a mim.
- Aqui! Na Sala! – Gritei.
- Oh! - Exclamou ao ver a minha figura nas mãos da tia.
Alice sorriu e revirou os olhos.
- Estás bem? Magoaste-te? – Perguntou-me agarrando-me a mão.
Alice revirou os olhos mais uma vez.
- Está tudo bem – descansei-a – A Alice só achou que eu precisava de uns retoques – descansei-a.
- Precisava da tua ajuda – disse enquanto piscava os olhos e mexia nos cabelos ondulados de forma encantadora. - Tenho que fazer um trabalho sobre um país, e eu escolhi Portugal – contou-me.
- Sim, claro! Eu ajudo! – Respondi ainda fascinada pela sua beleza angelical. – Alice...
- Nessie, a Brianne agora vai sair, tem uma coisa muito importante para fazer, mas vem cedo. Quando chegar ajuda-te, pode ser?
Reneeme franziu o sobrolho, e anuiu com a cabeça.
- Ok! Tudo bem! – deu-me uma palmadinha na mão, e saiu a correr.
Fiz um beicinho. O que quer que Alice estivesse a tramar, não era coisa boa. E eu não ia gostar.
- Ei! Jacob! – Chamou Alice. Compreendi naquele momento de quem eram os outros passos que entraram com Reneesme. – Vais a casa?
- Sim – respondeu surpreso.
- Importas-te de dar boleia à Brianne até La Push, por favor. A Bella já lá vai ter com ela – explicou-lhe, olhando-me.
Pelo que sabia, Bella deveria estar com Ellen na casinha da floresta.
- Ok! Tudo bem eu levo-a – acedeu Jacob no mesmo tom surpreendido.
- Boa! – Festejou Alice alisando-me a pele.
Ao que parecia, ninguém, naquela casa, era capaz de lhe dizer a palavra "Não".

 



Constança às 22:30 | link do post | comentar

4 comentários:
De Margarida a 30 de Novembro de 2011 às 22:54
Uh, quero mais ;) Isto está a fucar cada vez melhor :D


De Rute a 30 de Novembro de 2011 às 23:01
adorei esta muito bom ..................... adorei a parte da renesme ir fazer um trabalho sobre Portugal


De Marina Ricardo a 18 de Dezembro de 2011 às 15:01
Muito Obrigada Rute! :)

Beijinho*


De Rute a 18 de Dezembro de 2011 às 17:16
de nada. Adoro o teu fanfic .......... é que não da para não ficar ansiosa pelos próximos capítulos .....


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
O Kellan é muito amorzinho
Não vejo a hora de assistir esse filme, deve ser m...
Lindos! <3
Entrevista muito fofa. O Rob sempre bem humorado.
Maravilhoso!!!
Lindo até de bigode <3
Obrigada Carolina pelos posts!! Amando!
O mérito tem sido da Carolina, que também faz part...
Bom dia! Tentei comentar ontem, mas não tive tempo...
Adoro!

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds