Terça-feira, 04.09.12

 

Da Indiewire:

Como é que lutaste com o diálogo detalhado? Essencialmente fala em prolixos, estendidas na sua cena ao lado de Robert Pattinson.
Giamatti: Bem, quer dizer, foi um diálogo agradável de se falar. É excêntrico, e definitivamente tem um ritmo. Foi um pouco complicado entregar-me. A minha personagem tem uma vida de fantasia muito elaborada. Ele tem uma história muito intensa na sua mente sobre o outro homem, sobre si mesmo e sobre a sua relação. Então, acho que uma das maneiras que me ajudou a sentir como se fosse eu próprio a trazer o diálogo realista, era ter a certeza que estava a construir esta vida elaborada e emocional, e assim por detrás de todas aquelas palavras conectei tudo aquilo. E foi estranho, os saltos e a lógica entre os discursos - todos de uma pessoa que iria começar a falar sobre algo que parece completamente alheio. Então, tive que fazer todas essas conexões, e a partir daí poderia descobrir emocionalmente o quê que estava a passar-se, e as palavras vieram facilmente.

"Algo sobre o seu estilo como um cineasta parece se encaixar bem com o livro." É o diálogo estranho, parece muito vazio. Não sei se é muito complexo e intelectual, mas na verdade trata-se de uma vida muito emocional, no meu ver. E acho que esse homem, como tu dizes, em alguns aspectos, o mais simpático, porque ele é o mais visivelmente emocional envolvido.

 

 

Foi difícil actuar opostamente a Pattinson, cujo carácter é além de desvinculado de qualquer aparência de emoção? Ou será que a sua passividade abastece a cena?
Giamatti: É como uma sessão de terapia em que estás constantemente a alternar entre, quem é o terapeuta e o paciente? E isso, sim, um pouco da sua absoluta passividade trouxe-me bastante vida.

 

Quanto tempo, tu e o Robert, tiveram para filmar a cena?
Giamatti: Acho que demorou dois dias e meio, talvez? Tu sabes, é uma cena longa. Acho que foi cerca de 20 páginas, o que é muito para uma única cena. Então, tinham previsto talvez 4 a 5 dias, mas apenas nos levou 2 dias e meio.

 

 

 

Da Film School Rejects:

O tom de "Cosmopolis" é muito 'recto de rosto', tipo muito excêntrico. Como Cronenberg descreveu esse tom para ti?
Giamatti: Tu sabes, ele não o fez, de várias formas. Acho que ele confiava que teríamos um sentido. Mesmo que o diálogo seja muito estranho, tu sabes o que a tua sensibilidade é de qualquer maneira, então tu sabes mais ou menos qual é o tom. Fiz algo que normalmente não faço num filme... Só vi no final, depois que filmarem a maior parte do filme, eu perguntei ao David se eu poderia assistir o filme, porque eu queria ver o tom do filme e como o Rob parecia, falava e movia-se. Senti que era algo que eu precisava de ver, porque estou a interpretar uma personagem que tem sempre fantasias na sua cabeça. Eu pedi para ver a filmagem para exactamente o que tu acabaste de dizer: é um tom estranho. Eu queria apenas assistir a alguns deles para que pudesse ver como eu poderia encaixar-me nele e, em alguns aspectos, me desviar.

 

(...)

 

É similar a alguns dos seus anteriores filmes em como a história pode ser abstracta. Quando lês um guião denso e cheio de simbolismos, tentas perceber tudo ou simplesmente deixaste ir?
Giamatti: Neste caso, com este guião, eu li este guião inteiro muitas e muitas vezes. Eu costumo fazer isto de qualquer maneira, mas, por isso, senti essencialmente que deveria lê-lo várias vezes. Não era sobre concentrar-se apenas no meu material, parcialmente porque era muito interessante. Eu só tive um bom tempo a lê-lo e a pensar sobre isso. Como tu disseste, há uma coisa tonal, e precisava de ter uma sensação, na minha cabeça. Também sinto que a personagem tem uma consciência real da personagem do Rob, então senti que precisava de saber da personagem do Rob. Certamente, nas minhas cenas, tudo tinha que fazer sentido. (Risos)

 

 

Tradução e adaptação: TP (por Sara Almeida)

Via



And às 19:14 | link do post | comentar

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo
Chuva de fotos, amo! Prefiro quando o Rob está com...
Dakota linda!

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds