Segunda-feira, 28.09.09

Olá!!

 

Bem, eu resovi escrever a minha FanFic do ponto de vista do Edward, pois existem muito poucas (que eu tenha lido) do ponto de vista dele. Ela conta a historia do Livro 1 do Amanhecer. Ainda nao a escrevi toda, pois não sabia se ia ser publicada e se as fãs iriam gostar!!

 

Espero que gostem!!

 

Muitos Beijinhos e parabéns pelo site!!!

 

Margarida

 

Enviem também a vossa para inaguimaraes@hotmail.com!

 

 


Capitulo 1

 

Ainda não podia crer. Tinha que estar a sonhar, pois nada disto podia ser verdade. Mas eu não podia estar a sonhar, os vampiros não dormem, não sonham... A Bella não podia ter aceitado casar-se comigo. Ela não podia estar a render-se, a deixar fazer tudo à minha maneira. Bem, excepto uma coisa... Aquela noite que ela queria ter enquanto humana. Mas eu tive que aceitar. Depois de tudo o que lhe tinha feito...


E não ira ser assim tão mau, pois não? Já tinha falado com o Carlisle, Emment e Jasper. Não sabia o que esperar, mas já estava mais calmo.


Estava deitado na sofá do meu quarto e pensar nisto tudo e na Bella, a minha Bella. Ela seria eternamente minha!


Ouvi a Alice a aproximar-se e levantei-me para ir ter com ela. Ela estava cheia de catalagos e mais catalogos nos braços.


- Alice, para quê isso tudo? Não me digas que vais redecorar o quarto pela 6ª vez neste ano. – disse eu com um tom bastanto irónico.


Ela pos aquele seu ar bastante ofendido e começou a gritar em pensamentos: “Não, claro que não estou! Estou a organizar o TEU casamento. Podias ajudar, não achas? Preciso de opiniões!”


- Claro que sim, mas a Bella... – não me foi permitido acabar a frase.


- A Bella está muito bem em casa a ler “O Alto dos Vendavais”. Outra vez? Ela não pode saber de nada do casamento. Portanto tu vais ajudar-me.


- Vamos lá, Alice. Ás vezes consegues ser tão chatinha...


A Alice trazia milhares de catalogos de flores e de fitas e mais umas centenas de coisas. Ela conseguia ser tao exagerada. Comecei a pensar na hipótse de levar a Bella a Vegas. Seria tudo tão mais rápido...


- Vá Edward, temos que escolher as flores e as fitas. Acho que é tua opinião é importante.


- Oh Alice, acho que devia ser tudo muito simples: cravos brancos, e as fitas simples, de renda branca, por exemplo. – tinha acabado de ouvir isto tudo nos pensamentos de Esme, ela iria adorar!


- Edward, essa foi a melhor ideia dos últimos tempos! Vai ficar lindo. Já viste? – Claro que já tinha visto, mais uma daquelas estranhas visões da Alice.


- Sim, Alice , vai ficar lindo. – disse num tom monótomo, não conseguia deixar de imaginar Bella no vestido de casamento. Como seria? – Hum, Alice, acho que devias ir preparar uma coisinhas à Ilha Esme. Já não se vai lá há algum tempo. Devias arranjar umas coisas especiais. Quero que a Bella adore!


A nossa Lua-de-Mel seria numa ilha perto do Brasil. A Ilha Esme. O Carlisle tinha-lhe ofericido, e a Esme tinha-ma “emprestado”. Achei que seria o sitio mais perfeito e inesqucível para as nossas férias.


- Não quero acreditar que ninguém se tenha lembrado disso. Vou já, agora mesmo. Jasper!!!! Vens comigo!


E partiram nesse momento. Eram 6 tarde, amanhã por esta hora já estariam de volta. Dentro de 48 horas eu e a Bella estariamos casados. Parecia tudo mágico, ainda.


- Esme, acho que devias ir dar um último toque às decorações. Vou tocar um bocado e depois vou ter com a Bella.


- Claro, querido. Estou tão contente por ti! Finalmente tens tudo o que queres. – Correu para mim e deu-me um abraço bem apertado, daqueles à Esme.


Via-lhe tudo o que se passava na sua cabeça. Eu, antes de ter conhecido a Bella, e, depois de a deixar e eu agora, com a pessoa mais importante da minha existência. Esme perguntou-se se eu gostaria de ter um filho, mais alguém para proteger e amar. Fiquei tenso debaixo dela.


- Oh Edward, desculpa. Sabes como eu sou. Nunca me esqueci da sensação de ter um pequeno ser nos meus braços, saber que eu lhe dei vida. Desculpa filho, não foi por mal.


- Esme, não peças desculpa. Eu simplesmente sei que isso é impossivel. Custa-me estar a tirar coisas à Bella, em vez de as dar. Também adoraria ter um filho para amar e proteger.


Esme largou-me e sorriu como quem pede desculpa outra vez. Ela sabia como eu era sensível ao assunto da transformação da Bella.


Foi até ao piano e toquei a música da Bella. Retratava-a tão bem. Era linda, única e perfeita. Como ela. Não conseguia pensar na Bella como uma vampira. Não queria.


Levantei-me e fui para casa ter com Bella. Já estava com demasiadas saudades. Cada dia a amava mais e não sabia como isso era possível.


Parei a frente de casa e lá estava, o seu belo Mercedes Guardian, o seu carro de “antes”. Tinha tudo o que era preciso para ela. Era o carro mais seguro do mundo. Nem ela podia imaginar qual era o carro para “depois”...


Charlie estava sentado a ver TV, como sempre. “Como é que a Renée não se passou com ela? Não pode ser verdade, a Renée odeia casamentos... Ah, Renée...”. Como é que Charlie ainda pensava na reacção de Renée? Ela só queria o melhor para a filha, ela queria que a filha estivesse feliz. E Bella estava feliz, comigo.


Sai do carro e bati a porta.


- Eu vou! – disse Bella. A voz dela era a mais perfeita das composições. Mas, melhor do que a sua voz, eram as batidas do seu coração. Tão perciosas, e já em contagem decrescente. Não, nao me permitiria pensar nisto.


- Edward! Estava com tantas saudades tuas! – disse Bella quando me abriu a porta e correu para os meus braços já abertos.


- Eu também, meu amor. Desculpa ter demorado tanto. – murmurei contra os seus cabelos. Ela tinha o melhor cheiro de sempre. Nao era floral nem doce. Era uma agradável mistura entre os dois. – Vamos ao nosso prado. Estou com saudades dele.


- Charlie! Eu e o Edward vamos dar uma volta. Voltamos antes das 10. Até já -  e fechou a porta antes de obter uma resposta.


Ela pos-se em bicos de pés, como sempre fazia quando queria um beijo meu. Abracei-a com mais força e corespondi ao beijo. Comecei a afasta-la, com muita delicadeza quando ela ultrapassou um pouco os limites.


- Bella, querida, sabes que contigo não sou tão indestrutivel. – disse com um sorriso torto.


- Faltará pouco para que eu seja tão industrutivel como tu. – Bella queria mesmo ser vampira.


- Não vamos falar disso. Hoje temos coisas a fazer. Anda. – e puxei-a para o meu lado.


Deixamos o carro um pouco mais a frente e entrámos na floresta. Puxei para as minhas cavalitas e comecei a correr. Sabia como isso e fazia feliz. Pos o queixo no meu ombro e começou-me a beijar o pescoço. Estava a dar comigo em doido. Dei uma pequena gargalhada. Eu já era louco por ela!


Chegámos ao prado. Estava igual. Completo com nós os dois ali.


- Edward, porque me trouxeste aqui? Sabes que adoro este lugar, mas porquê hoje? – ela estava mesmo curiosa,  via-se naqueles olhos castanho chocalate e ouvia-se naquele coração que eu tanto adorava.


- Bella, trouxe-te aqui porque queria que aqui estivesses pela última vez enquanto humana. Por muito que me custe, irei-te transformar num ser igual a mim. Quero que te lembres deste lugar e do que ele significa para nós. De como ele é mágico. Assim como o nosso amor.


- Oh Edward... – ela estava sem palavras, não sabia o que dizer. – Eu amo-te, numca te esqueças disso. E vamos ficar juntos para todo o sempre.


Corri para ela e abracei-a com muita força, talvez demasiada, aligeirei um pouco a força. Beijei-a durante alguns minutos até ela ficar a ofegar e o coração a reclamar.


Sentámo-nos no chão e ficámos abraçados muito tempo sem dizer nada. Não eram precisas palavras. Amavamo-nos.


 


Carolina às 20:57 | link do post

De Margarida a 28 de Setembro de 2009 às 21:01
OH MEU DEUS!!! E a minha?? e mesmo ou tou a sonhar?? toua chorar... nao acredito!!!

Obrigada carolina!!!


De Bia a 28 de Setembro de 2009 às 22:07
Oh eu ADOREI!!! Vais continuar n vais? Espero que sim!! Parabéns!!!


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds