Terça-feira, 29.09.09

Olá de novo!!!
 
Desde já quero-vos agradecer por todos os comentários de ontem. Se hoje tem aqui o 2º Capitulo, é graças aos vossos comentários. Obrigada!!! Mesmo.
Agora vão aqui 2 agradecimentos mais pessoais e especiais:
- Queria agradecer a Carolina (embora já o tenha feito umas 1500 vezes) por ter publicado a Fanfic. Foi mesmo importante para mim;
- Agora, queria gradecer a C.C.. Não sei se reparararam, mas eu e ela estamos sempre de acordo... E tornamo-nos amigas neste fabuloso Universo Twilight!! C.C., muito obrigada pelo apoio de ontem e por seres tão minha amiga! ;)
 
Agora às meninas Team Jacob: eu sou Team Edward e leio Fanfic's do Jacob, portanto acho que pessoas Team Jacob também devem ler esta Fanfic; Como sabem, o Edward tem por costume chamar o Jacob por cão, rafeiro e coisas do género. Portanto se chamei ao Jacob cão na minha Fanfic, foi porque eu nesse momento "era" o Edward.
 
Espero que continuem a gostar. Se gostarem, já sabem: tem o 3º capitulo! ;)
 
 
Muitos beijinhos!!!

 


Capitulo 2

 

        Nem eu, nem Bella nos apercebemos do tempo passar. Já começava a ficar tarde... Mas eu tinha ficado tão concentrado nela, no seu cheiro, no seu olhar, nas batidas do seu coração e das suas reacções às minhas festas na sua cara.

           

Ela não desviara o olhar de mim nem por um segundo. Só quando a abracei com mais força e me levantei com ela atrás e que Bella percebeu de quão tarde era...

           

- Hum, Edward...? – já sabia que me tinha qualquqer coisa para me dizer, notava-se nos seus olhos.

           

- O que foi Bella? – não saber o que Bella pensavava ainda me deixava confuso e à beira da loucura.

           

- Queria ir falar com a Alice, achas que dá? – por falar em Alice... Tinha uma coisa a fazer esta noite, mas nada de decidir nada. Não quero que a Alice tenha uma visão.

           

- Bella, a Alice está fora. Foi dar uma última volta para ver se não falta nada no casamento. Sabes como ela é.

           

- Claro que sei. Só espero que ela não exagere – disse entre dentes.

           

Curvei-me na sua direcção e dei-lhe um beijo muito suave, mas, é claro que Bella não o queria tão suave, como sempre.

           

-  Nós é que interessamos. Nunca a deixaria exagerar, sei que isso te faria muito, muito infeliz. – nunca na minha existência queria que e Bella voltasse a estar infeliz, nem que fosse só um bocado – Amo-te!

           

- Eu também, Edward!

           

Peguei-a às cavalitas e desatei a correr pela floresta, já estava mesmo a ficar tarde. Chegamos ao carro em pouco segundos. Bella passou a viagem toda fazer-me linhas e circulos na mão com a ponta do dedo. Era tão relaxante.

           

- Bella, querida, eu vou só a casa e já volto. Demoro 30 minutos. Até já, amor. – Tinha uma coisa muito importante a fazer...

           

- Até já, Edward, não demores muito. Já tenho saudades tuas. – e saiu do carro.

           

No caminho para casa, pensei em tudo menos no que ia fazer. Já tinha feito isto várias vezes quando queria “enganar” as visões da Alice, até agora tinha resultado. Iria resultar desta vez também.

           

Quando cheguei a casa, encontrei-a vazia, tinham ido caçar. Não ouvia nenhum pensamento. Estavam longe. Melhor para mim, não tinha que ter cuidado com o barulho.

           

Subi as escadas a correr e parei em frente da porta do quarto de Alice. Não sabia se devia fazer isto ou não. “Edward, não penses em pensar!! Faz simplesmente!”  Era isto que me ia na cabeça no momento em que abri a porta do quarto de Alice e me dirigi ao seu roupeiro gigante.

           

Abri a porta do roupeiro e comecei a procurar em todos os cantos do armário. Onde é que Alice tinha posto o vestido de casamento? Eu tinha que vê-lo, er a unica coisa neste planeta que podia fazer com que eu realmente acreditasse no que estava para acontecer.

           

Nem tinham passado 10 segundos desde que tinha a aberto a porta do ármario quando o meu telemóvel começou a tocar. Era a Alice... Estava metido em sarilhos.

           

- Diz Alice. – disse eu, tentando parecer inocente, mas ela sabia muito bem o que eu tinha feito...

           

- Não acredito que tentaste ver o vestido! Não posso crer Edward! Tenho-o escondido num sitio para ninguem o ver! – ela estava mesmo furiosa. Comecei-me a sentir culpado, ela estava a ter tanto trabalho com o casamento e eu estive à beira de estragar tudo. – Mas nunca na minha existência, pensei que o tentasses ver! Edward...

           

- Desculpa Alice! Tu consegues ver o futuro, sabes como a Bella fica no vestido, mas eu não! Sabes como ela é a pessoa mais importante da minha existência, não resisti Alice. Desculpa. Mas não me arrpendo de ter tentado.

           

- És tão Edward, Edward... E não te culpo.  Consigo imaginar pelo que estás a passar. Acredito que não deve estar a ser facil. Principalmente comigo, ando-te a esconder os meus pensamentos há quase 1 mês.

           

- Não penses nisso, Alice! Vou ter com a Bella. Ela está a minha espera. Até amanhã.

           

- Até amanhã, Edward.

           

E desliguei o telemovel. Como é que Alice tinha descoberto? Deve ter sido aquela indecisão à porta. Só pode. Mas isso agora não interessava. Já estava com saudades da minha Bella. Tinha que estar com ela dentro de muito pouco tempo.

           

Ainda nem tinha acabado de pensar nisto, já estava a correr a alta velocidade para casa de Bella. Cheguei lá em 3 minutos e 27 segundos. Recorde! Acho que quando tinha alguma motivação para correr, corria ainda mais depressa. Enfim...

           

Bella estava sentada na cama a minha espera e, mal me viu, o seu rosto abriu-se num sorriso enorme. O maior de sempre, - não contando com o meu naquele momento. Estava linda.

 

-Sentei-me ao seu lado e sentei-a ao meu colo. Dei-lhe um beijo no cimo da cabeça e depois olhei para ela.

           

Havia qualquer coisa nos seus olhos que me dizia que ela tinha uma pergunta a fazer. Já a conhecia tão bem...

           

- Bella, amor, o que me queres perguntar?

           

- O quê? Agora já me consegues ler os pensamentos?

           

- Oh, quem me dera. Mas conheço-te muito bem.

           

No inicio de tudo, tinha-a achado uma pessoa muito opaca, pois não lhe lia os pensamentos, mas depois de a conhecer melhor, apercebi-me que os seus olhos eram o espelho da sua alma e pensamentos. Quentes, curiosos e muito bonitos.

           

- Já ma apercebi isso. Não me vais mesmo dizer onde vai ser a nossa Lua-de-Mel, pois não Edward? – já tinhamos tido esta conversa 57 vezes (tinha a certeza disso) e ela já sabia a minha resposta:

           

- Bella, quero que seja surpresa. Quero que seja especial, portanto não saberás de nada.

           

- Como quiseres Edward. Se me chamas teimosa, tu és o que? – disse ela enquanto se torcia nos meus braços para chegar aos meus lábios.

           

Este beijo não foi como os outros. Bella estava demasiado cuidadosa, o que não era costume nela. Ela pensava que o meu auto-controlo era indestrutivel, mas não era. Eu sabia disso. Mas se Bella tivesse algum problema diria-me. Provavalmente só estava a pensar no cão outra vez.

           

Ela preocupava-se sempre demais com ele. O rafeiro estava fugido desde que tinha recebido o convite de casamento. Só o fez porque quis, não tive culpa. E Bella não me culpava, sabia disso.

           

- Bem, Bella, eu não sei o que sou. Mas só sei que está na hora de te deitares, não tens dormido nada nas ultimas noites. – ela ia começar a reclamar, mas eu deitei-a e deitei-me ao seu lado.

           

- Lá isso é verdade... Vou seguir o teu conselho. Boa noite. Espero que te divirtas a ouvir-me falar. – disse Bella com um tom irónico.

           

- Sempre. – comecei a beijar o seu pescoço, desde a orelha ate à clavicula. – Dorme bem, meu amor. – murmurei contra o seu pescoço.

           

Comecei a cantar a sua música de embalar, sabia que a acalmava.

 

O cheiro de Bella cada vez me afectava mais, mas já estava habituado a sentir tudo: a garganta a reclamar, a boca a encher-se de veneno, os pensamentos a viajar para outro lugar... Mas eu não me permitia perder o controlo. Junto dela, nunca.

           

Bella adormeceu logo a seguir. Estava mesmo cansada, ela preferia passar as noites comigo do que a dormir. Tentei chama-la a razão muitas vezes. Mas a Bella é a Bella.

           

Bella começou a falar às 2:46. Disse, como dizia todas as noites, o meu nome. Dizia-o de uma forma tão amada, como se fosseela que tivesse sorte em ter-me.

 

Ela tinha dado sentido à minha vida. Ela era a minha vida, a pessoa mais importante da minha existência. Amava-a mais que tudo.

           

Bella, ao estar ao meu lado, só estava exposta ao perigo. Ela não tinha sorte em ter-me. Mas, mesmo assim, amava-me mais do que eu merecia.

           

Já era dia 12 de Agosto. O meu ultimo dia enquanto solteiro. Amanhã já estaria

casado e Bella ter-se-ia entregue a mim de todas as maneiras possiveis. Iria ser a minha mulher.

           

Encostei os meus lábios ao seu ouvido e murmurei:

             

- Amo-te. Não demoro nada.

           

Saltei pela janela e comecei a correr. Ia falar com Esme.



Carolina às 20:49 | link do post | comentar

29 comentários:
De VanessaP a 29 de Setembro de 2009 às 21:03
gostei muito :D
adoro ler estas fanfics, só me fazem querer com que houvessem mais livros :(

continua!!***


De Margarida a 30 de Setembro de 2009 às 18:12
Minhas queridas!!!!!

Com estes comentarios ja tem a 3º, a 4º, a 5º Parte!!!
VOces não tem noçao de como me puseram felizes!!! Obrigada a todas!!!
Hj não sei se consigo mandar a terceira parte... Desculpem! Mas prometo que vou tentar!!

Beijinhos!!!


De C.C. a 29 de Setembro de 2009 às 21:04
Oh, Margarida, não acredito! Era isto a surpresa! Tou quase a chorar! Eu é que tenho que te agradecer do fundo do meu coração (onde tu já tens um espacinho). Lembra-te que tens aqui uma amiga sempre à tua disposição!
Ah, é difícil para mim descobrir palavras para descrever a tua fanfic. Nem perfeita, nem maravilhosa, nem fantástica serve: tem que ser algo mais e melhor do que isso tudo junto!


De Margarida a 29 de Setembro de 2009 às 21:07
ja a publicaram!! que bom!!!

Eu vou sair, mas quando vltar, respondo aos comentarios (se houverem...)

BEIJINHOS!!


De Margarida a 29 de Setembro de 2009 às 21:08
Ah, e a minha FanFic nao se chama Summer! Acho que "Summer" e a fanfic da elisabete


De Carolina a 29 de Setembro de 2009 às 21:12
Desculpa, desculpa! Enganei-me!


De Caracoles a 29 de Setembro de 2009 às 21:09
LINDO :D LINDO :D LINDO :D

MIÚDA TU TENS UM JEITÃO :P UAU

YOU GO GIRL :D


De C.C. a 29 de Setembro de 2009 às 21:11
Queria ainda acrescentar que não tens que agradecer pelo apoio que te dei ontem. Dar-to-ei sempre que precisares!
A fanfic está mesmo incrível!!! Volto a dizer que não supões como fico feliz por ti :D


De Katy a 29 de Setembro de 2009 às 21:13
isto cada vez fica melhor!!

LOL!

Agora com as fanfics pareço aquelas velhas, agarradas à televisão a ver as novelas da noite todas e a tentar advinhar o final da historia, e quando acaba ponho-me a reclamar a dizer que acaba sempre na melhor parte!

eheheheheheh

Margarida, parabens! está realmente boa! continua, por favor!


De inloveml a 29 de Setembro de 2009 às 21:21
Por favor, não nos faças sofrer muito, coloca a 3ª parte.
Assim é que os livros nunca vão morrer.
Tenho exactamente o mesmo problema que muitas twilighters, não consigo deixar os livros e as fanfics.
Tudo aquilo que leia, ouça, veja e por vezes até cheire (principalmente quando me corto), tudo me faz lembrar TWILIGHT!!!
Margarida és uma escritora nata, com bastante imaginação, não pares...
Beijinhos e tudo de bom, que sejas muito, muito feliz e que tudo aquilo que desejes se torne realidade, visto que dás tanta alegria aos outros!!!
Suzy


De C.C. a 29 de Setembro de 2009 às 21:23
Inloveml, faço das tuas as minhas palavras!


De C.C. a 29 de Setembro de 2009 às 21:22
Oh meu Deus, ainda nem estou em mim! Não acredito que me fizeste aquele agradecimento...! Nem sei se o mereço realmente, mas senti-me verdadeiramente honrada: é uma honra e um prazer apoiar-te e ser tua amiga!
Estou quase aos pulos de alegria por te estares a sair tão bem! A tua fanfic, acredita, está um espanto. (Em relação a isto já me estou a tornar repetitiva xD)
Love you, girl :D


De Chloe a 29 de Setembro de 2009 às 21:24
muito bem!!! estou a adorar!
é fantastico como consegues fazer a versão do edward perfeita!! adorei ele andar á procura do vestido, msm tipico dele loool! muito bem! continua!! estou á espera de mais :)

bj Chloe


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo
Chuva de fotos, amo! Prefiro quando o Rob está com...
Dakota linda!
fique comigo para sempre
<3

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds