Terça-feira, 13.10.09

Meninas/os, aqui vão as tão desejadas FanFic's! Enjoy!

 

 

Boa noite Twilighters.

 

Antes de mais queria pedir a vossa compreensão se os capítulos da minha fanfic não saírem tão regularmente como antes. As praxes da minha universidade já começaram e as aulas começam esta 3ª feira. Pelo que não tenho tanto tempo para escrever.

 

Mas vou aproveitar todo o meu tempo livre para vos pôr a par da vida da Summer!

 

Espero que gostem!

 

Obrigada por todos os comentários.

 

«Summer»

 

 


III

           

A caçada durou toda a noite! Emmet ganhou a aposta de caçar o animal mais feroz por isso Jasper teria que pagar. Estávamos todos reunidos perto de um riacho onde lavávamos alguma sujidade proveniente da caça.

           

- Ora bem. Como é que me vais pagar por teres perdido a aposta? – Perguntava Emmet virado para Jasper. Este encolhia os ombros e virava as costas desinteressado.

           

- Eu sei o que o Jazz pode fazer! – Disse com um sorriso de orelha a orelha.

           

- Avaliando pelo teu sorriso eu vou gostar. – Respondeu Emmet entusiasmado e aproximou-se mais de mim. – Conta lá.

           

A minha família virou a cabeça na minha direcção à espera da revelação do meu plano. Sentei-me na relva e cruzei as pernas à chinês.

           

- Eu acho que o Jazz devia dançar a “Macarena”!

           

Todos desataram a rir. Todos menos Jasper que não tinha achado muita piada à minha sugestão e olhava furtivamente para mim. Encolhi os ombros na sua direcção e continuei a rir. Emmet estava perdido de riso, agarrado à barriga, e a dizer que era uma óptima ideia e quando Jasper quisesse podia começar. Esme veio sentar-se à minha beira e Rosalie veio atrás.

           

- Anda lá Jasper, eu ajudo-te. – Disse Alice que se foi pôr ao lado dele.

           

Ela começou a fazer a dança e a cantar baixinho. Ao fim de algumas insistências Jasper também se começou a movimentar ao mesmo ritmo de Alice.

           

O sol foi nascendo, levantou alto no céu e começava agora a querer desaparecer no horizonte. Durante todo o dia aproveitamos para pôr a conversa em dia e fizemos várias actividades, como algumas lutas simuladas. Eu não tinha a experiência de Jasper nem a força de Emmet, mas ainda assim conseguia ganhar-lhes por causa do meu poder. Eu conseguia colocar imagens no cérebro de todas as pessoas, ainda não tinha encontrado ninguém que fosse imune a este meu dom, e por isso conseguia que eles acreditassem que eu estava num lado quando afinal estava do outro, pronta a saltar-lhe em cima e a encostar a minha boca aos seus pescoços. Alice já era mais difícil de enganar. Conseguia prever o momento em que eu iria atacar mas ainda assim não o lado. Acabamos com um empate.

           

Vendo que o sol estava quase a desaparecer dei uma desculpa à minha família e esquivei-me. Subi a uma montanha alta e sentei-me na ponta de um penedo. Dali conseguia visualizar toda a linha do horizonte. As cores eram belíssimas. O azul misturava-se agora com uma variada palete de amarelos e laranjas. Fechei os olhos e deixei que os últimos raios solares me aquecessem a cara. Por fim ficou escuro e suspirei. Mais um dia se tinha passado.

 

Levantei-me e comecei a sacudir a terra das minhas calças quando atrás de mim ouvi um galho a partir-se. Virei-me e agachei-me num só movimento, preparando-me para o que quer que saísse de entre as árvores. O vento estava contra mim, nenhum cheiro me chegava ao nariz, não sabia o que esperar. Dobrei as minhas pernas, ficando mais rente ao chão para um ataque mais rápido e eficaz.

 

- Não me ataques. – Ouvi uma voz conhecida. «Não pode ser.» pensei. Levantei-me um pouco perdendo a minha posição de ataque.

 

Um vulto conhecido saiu da escuridão das árvores. Observei-o atentamente reconhecendo o seu cabelo preto curto, os olhos escuros, o sorriso nos lábios, o peito nu com a sua pele avermelhada e os seus jeans rasgados.

 

- Jacob! – Corri na sua direcção e atirei-me contra o seu peito rodeando-o com os meus braços.

 

- Olá ervilha. – Falou ele, tratando-me pela alcunha que me tinha dado no dia em que nos tínhamos conhecido, por causa dos meus olhos verdes.

 

Desencostei a minha cabeça do seu peito e olhei-o nos olhos!

 

- Nem acredito que estás aqui! É tão bom ver-te outra vez! – Não conseguia parar de sorrir e ele também não.

 

- Podes crer. Tive tantas saudades tuas. Acho que não aguentava estar muito mais tempo longe. – Disse-me enquanto me agarrava nos ombros e me afastava um pouco para me olhar de cima a baixo. – Tu cresceste! – Não era uma pergunta.

 

- Talvez. Desde que vim para Nova York que não me meço com regularidade. – Depois copiei o seu gesto de me olhar da cabeça aos pés. – Olha que tu também estás mais robusto. – Franzi uma sobrancelha.

 

Ele dobrou o braço direito como se fosse coçar a cabeça e fez força, o músculo saltou com força mostrando a sua definição perfeita.

 

- Achas? - Perguntou Jacob a olhar para o músculo com um sorriso nos lábios.

 

- Exibicionista! – Disse entre dentes e ambos nos começamos a rir. Passado uns minutos o riso dele desapareceu e ficou sério a olhar para mim.

 

- O que foi Jake? – Perguntei, sustendo a respiração. Tinha medo que ele dissesse que tinha sido um erro ir ter comigo e que desaparece-se outra vez. Ele pousou uma mão no meu cabelo e alisou uma madeixa com os dedos.

 

- Está tudo bem contigo? – A sua voz era séria, assim como o seu olhar.

 

- Sim. Porque não haveria de estar? – Obrigava-me a reter estas imagens na minha mente. Não queria esquecê-lo nunca.

 

- Não sei. – Suspirou e fechou os olhos. Tirou a mão do meu cabelo e pousou-a no seu peito. Depois abriu os olhos muito devagar encarando-me. – Eu sinto que algo vai acontecer. Não te posso dizer exactamente o quê mas este sentimento incomoda-me. E por isso, vou estar aqui contigo Summer, para o que der e vier!

 

***

Caminhamos para junto dos Cullen que ficaram muito surpreendidos ao ver Jacob comigo. Enquanto se cumprimentavam e falavam eu não conseguia esquecer o que Jake me tinha dito sobre pressentir que algo ia acontecer. Nada me fazia crer que algo estava para vir. Só aquele cheiro de vampiro na universidade é que incomodava, mas se esse vampiro misterioso andava no meio de tantos alunos e ainda não tinha acontecido nada de mal era porque tinha algum controle. Não queria acreditar que todos os meus colegas pudessem estar em perigo, mas se fosse para arranjar sarilhos ele já teria vindo ao meu encontro, eliminar a concorrência primeiro. Ao que tudo indica esse vampiro andava a evitar-me e eu não sabia porquê! Teria sido ele a apanhar a minha flor do chão? Era um assunto intrigante mas não preocupante ao ponto de trazer um lobisomem que não queria estar comigo até mim.

 

- Está tudo bem querida? – A voz de Esme interrompeu os meus pensamentos. Ela passou um braço em redor da minha cintura e fez um sorriso maternal.

 

- Sim está, não te preocupes! – Esfregou suavemente as minhas costas e preparava-se para sair da minha beira quando me lembrei de uma coisa. – Hum…mãe? – Chamei-a de novo para mim. Aproximei-me do ouvido dela de maneira a que a nossa conversa não pudesse ser escutada por mais ninguém. – Porque é que vocês estão todos aqui? E não me digas que foi apenas para caçar porque sei que isso não é verdade! – Apressei-me a dizer antes que ela pudesse dar a mesma desculpa de Alice.

 

Esme abraçou-se e olhou para o chão. Fazia sempre esta posição quando o assunto era delicado.

 

- Querida, não vamos falar sobre isto está bem? – Olhou para Alice. Segui o seu olhar e depois voltei a encara-la olhos nos olhos.

 

- Esme, diz-me, o que foi que Alice viu? – Ela não respondia e eu vi que se não insistisse nunca iria saber a verdadeira razão. – Estou a ficar assustada. Algo que a Alice viu fez com que vocês entrassem num avião e viessem ter comigo sem prévio aviso. Eu acho que tenho o direito a saber se algo de mau vai acontecer. – Mais uma vez as palavras de Jacob ressaltaram na minha mente. Este tipo de conversas normalmente resultava sempre. Quando dizia o que sentia e que tinha o direito a saber o que se passava.

 

- Desculpa, não posso mesmo. – Esme saio dos meus braços e dirigiu-se rapidamente para a beira de Carlisle. Este, com a reacção da sua mulher, olhou para mim com um ar de dúvida, mas em apenas 2 segundos vi o brilho de compreensão nos seus olhos. Rodeou os ombros de Esme e abanou a cabeça negativamente na minha direcção. A mensagem tinha sido entregue «Não aborreças a tua mãe.».

 

Voltamos todos para os carros. Jacob não veio connosco. Ele achou que primeiro tinha que ir a La Push avisar o seu pai e toda a alcateia de que iria estar comigo. Poderia simplesmente ter transmitido isso a Sam pelo pensamento mas eu insisti para que o fizesse pessoalmente, afinal já não via os lobos nem o pai há imenso tempo. «O Mundo não ruiu nestes 6 meses, não é por estares mais um dia ou dois fora que o vai fazer.» tinha-lhe dito.

 

Estávamos de regresso a Nova York e à minha casa perto de Central Park. Eles apenas me deixaram na entrada e partiram rumo ao aeroporto para apanharem o avião de volta a Seattle. Se apenas tinham vindo caçar comigo teriam que manter a charada e ir embora. Agradeci por isso, por a minha família estar tão habituada a manter as aparências que façam tudo certo. Abri a porta azul da entrada e peguei nos livros Twilight de Jane. Com toda a surpresa da minha família tinha-os deixado na sala. Empilhei-os nas mãos e subi para o meu quarto. Entrei no quarto a olhar para a capa de Lua Nova e pousei-os na secretária. Assim que acabei de os pousar inspirei profundamente. Senti todo o meu corpo a ficar tenso e a minha mente num turbilhão. O cheiro! O mesmo cheiro doce da universidade estava no meu quarto. Devagar virei-me de forma a encarar toda a divisão. Vazio. Mas alguma coisa pousada na minha almofada chamou-me a atenção. Aproximei-me e reparei no objecto. Era um embrulho pequeno. O papel era azul-bebé e tinha um laço vermelho, não trazia nenhum cartão. Rasguei o papel com o coração aos pulos e reparei no que estava no seu interior. Era uma caixinha em vidro, rectangular, e lá dentro estava a minha tulipa amarela.

 

***
 


Carolina às 22:53 | link do post | comentar

27 comentários:
De MissPatzz_8642 a 13 de Outubro de 2009 às 23:11
Está espectacular... continua assim... e estás desculpada... eu compreendo-te perfeitamente, as aulas da uni quando começam tiram-nos a vontade a outras cenas... como gozar a vida, de vez em quando... mas voltando ao capitulo de hoje, está um máximo... espero que não demores muito a publicar os outros capitulos da tua fanfic...


De CleAna a 13 de Outubro de 2009 às 23:11
Está fantástica! Quero mais, quero mais :D
Tens imenso jeito, por favor continua a escrever!
Estou a adorar e cada vez estou mais ansiosa para saber o que se vai passar a seguir (e eu a pensar q não era possível estar mais ansiosa desde a última vez q li a tua FanFic :P)
Parabéns!


De Martinha a 13 de Outubro de 2009 às 23:15
Quero mais... mais....

Não pares...

Continua...

A-d-o-r-o...

beijinho


De Abby a 13 de Outubro de 2009 às 23:16
Adorei Summer estou anciosa por descobrir kem e o vampiro!

Tens imenso jeito, n demores mt a escrever a proxima parte!

Bjito

A tua historia cativa-me

by:abby


De Anna Vamp a 13 de Outubro de 2009 às 23:17
Estou ADORAR... quero mais! :)


De Andreia a 14 de Outubro de 2009 às 00:30
ai... adoro esta fanfic! é a minha preferida =)


De Marina a 14 de Outubro de 2009 às 02:01
Como te percebo elisabete!!!

Tmb tenho uma historia começada para enviar... mas cmo tmb tou em praxe, nunca mais a envio porque sei que que não vou ter tempo para escrever ( o que me dixa á beira de um ataque de NERVOS!!)

Boa sorte para a tua vida acadénica!! e para as praxes ( que não são fáceis, certo?)

Parabens, adoro a Summer!!!
BJS


De Filipa a 14 de Outubro de 2009 às 11:50
Já somos 3! Tb comecei uma fanfic, mas por causa da faculdade não tenho tempo para escrever :(
Adoro esta fanfic!!! Quero mais mais mais!!! :D


De Marina a 14 de Outubro de 2009 às 19:09
Nem me digas nada!!! queria tanto escrever!!! Fico frustada só de pensar!! estava amar o rumo que a minha história estava a tomar!

em que ano é que andas? tambem és caloira? onde estás a estudar?!?

bjs e td de bom!!!

;)


De Summer a 14 de Outubro de 2009 às 19:28
Olá Marina!
Sim, sou caloira da ESAP no porto! Estou no primeiro ano de teatro! ^^
E tu?

**


De Filipa a 14 de Outubro de 2009 às 21:11
Eu tb queria tanto continuar a escrever... mas não tenho tempo... Bem, talvez no fds...
Eu já não sou caloira =P Estou no 3º ano de Medicina, na Univ. Nova de Lisboa. E tu?
Tudo de bom p ti tb :)
Bjs


De Summer a 14 de Outubro de 2009 às 19:08
Obrigada! ^^
E para o teu inicio de ensino superior também! Espero que corra tudo bem e que te estejas a divertir com as praxes!

***


De Em a 14 de Outubro de 2009 às 07:23
Meus Parabéns Elisabete , muita gira teu Fanfic fico a espera por mais


De guida a 14 de Outubro de 2009 às 08:46
Olá elisabete.

Continua a ser a minha fanfic preferida. E mais uma vez, fiquei super curiosa. Por favor, não pares de escrever.

Beijinhos



De BeaT a 14 de Outubro de 2009 às 14:47
Adorei Summer, adorei!!!

Continua, por favor q esta linda!!!

Adoreeeei!!

beijinhos


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds