Quarta-feira, 11.11.09

 1º Capitulo

 
 
Tinha acabado de sair de casa. Corria o máximo que podia pela floresta, tinham passado quatro anos desde que Edward me transformara, por isso a minha velocidade sobre-humana já não era tão rápida.
Tentava mentaizar-me que ele ainda estava vivo. Ele tinha que estar, eu sentiria se ele tivesse morrido. 
 
Eu estava a tentar estender a minha área protectora o máximo que podia, de modo a tentar cobri-lo. Já estava a correr há cinco minutos quando ouvi passos rápidos atrás de mim, parei de repente e olhei para trás, era impossivel eles terem-me apanhado.
 
–Bella, acalma-te!
–Jake! O que é que estás aqui a fazer?! - disse eu enquanto me recompunha da posição de ataque.
–Vim ajudar-te. A alcateia já vem dar uma ajuda, percisava de falar com os anciãos primeiro.
–Vai para casa Jacob isto é perigoso! - disse eu soltando um leve rugido. Será que ele não percebia que iria morrer se fosse?
–Bella, a Nessie não vai perder os pais. Não posso permiti-lo!
Oh, que cavalheiro! Era óptimo saber que o meu melhor amigo se preocupava mais com o facto de a Nessie ficar orfã, e por isso infeliz, do que a sua melhor amiga poder morrer.
–Vem se quiseres, o funeral é teu Jake! - disse eu recomeçando a correr. Ouvi-o a acorrer atrás de mim, não podia acreditar que despredicei tempo com esta conversa inútil. Podem ter sido apenas 10 segundos para mim, mas para o Edward pode ser a diferença entre a vida e a morte.
 
Corri durante mais 10 minutos, tinha a perfeita noção que já tinha percorrido mais de 1000 km, mas isso pouco importava. 
 
Existia um clã de vampiros numeroso (por volta de 15 membros) no norte de Portugal. Há 150 anos eles fizeram um acordo com os Volturi: O clã podia considerar-se uma extenção dos Volturi, podendo igualmente manter a ordem e participar em lutas, mas em troca, eles entregavam dois dos seus elementos. Eram dois elementos que os Volturi há muito tempo abicionavam, e que estavam dispostos a fazer tudo para ter. Este tratado ainda hoje continua inequebrável, mas já teve melhores condições.
 
Com a extenção da familia Cullen eles pensaram que era uma boa altura para entrevir, mas não o podiam fazer sem motivos, eles percisavam de um pretexto para agir, por isso começaram a enviar cartas com ameaças, provavelmente para fazermos alguma coisa imprudente. Mas isso não resultou. Tirando o Emmett que queria travar uma luta contra eles, os outros tentavam manter a calma e fingir que nada se passava. 
 
Eu estava em casa com a Alice e com a Rose, quando o Carlisle chegou do trabalho. Na mão tinha uma carta, com um aspecto velho, a sua expressão era de total terror e tinha a cara mais pálida do que o costume. Ao vê-lo a Alice levantou-se, parando logo de falar dos planos para o 4º Aniversário da Reneesme.
 
–O que é que se passa Carlisle? - perguntou ela dirigindo-se ao seu pai
–O Edward? - ao ouvir o nome dele o meu corpo agiu involutariamente levantei-me e respondi apressadamente:
–Foi buscar a Nessie à escola. Porquê?
Ele não me respondeu, em vez disso esteudeu-me a carta que tinha na mão.
Eu peguei nela rapidamente e ao olhar para o que ela tinha escrito, foi como se o meu mundo tivesse desabado. 
 
Em letras grandes estava escrito: “Temos o Edward”.
Por baixo desta frase tinha uma pequena fotografia. Era uma clareira, rodeada de árvores com folhas amarelas, o relva estava coberta de flores amarelas e brancas.
Corri em direcção há porta, mas um braço firme agarrou-me por trás.
–Bella tu não podes fazer nada sozinha... Nós vamos contigo – diss Rosalie.
–Eu tenho que ir! Desculpa Rose – disse eu enquanto corria em direcção há floresta.
 
Tinha chegado. A clareira estava neste momento coberta de folhas verdes, mas eu tinha a certeza que era a mesma. Mas, para meu espanto, estava vazia. 
–Bella, chegas-te. Estava a ver que não!
 
Congelei, era impossivel ela estar ali. Aquela voz reconhecivel em qualquer lado... Virei-me lentamente para trás a tempo de a ver ao lado de Edward, que parecia estar compeltamente sem forças, caido no chão, ao lado dela. Eu sabia que ele tinha tentado combater. Mas era impossivel, ele não tinha hipóteses. 
 
–Bella...  - disse o Edward com a voz a fraquejar. Olhei lentamente para ele, se eu podesse tinha soltado uma lágrima, mas não podia. Corri para ele institivamente e ajudei-o a pôr-se de pé. Ele estava vivo, isso era o que mais importava naquele momento. Estava a virar-me de costas para ela, quando ela me disse:
–Não, não, não Bella! Tu não te vais embora...
 


Joana TP às 19:00 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds