Sexta-feira, 05.02.10

 3º Capitulo

 
Já estava próxima de casa, faltam aproximadamente dois quilometros para chegar. Já não conseguia ver Jacob pelo que ele já devia estar em casa com o resto da alcateia ao corrente do que se passava. Edward também já devia estar suficientemente próximo de casa para ouvir os pensamentos de todos, apenas eu mostrava-me imponente e indefesa sem saber o que se passava. Sem saber o que é que as palavras de John significavam.
Ja conseguia ver a casa quando ouvi um grito, era um grito de dor e de sofrimento. Parei com receio do que o grito poderia significar, Edward parou também ficando atras de mim. Ele avançou até a mim e abraçou-me, depois afastou-se e disse:

 

–Bella, independentemente do que vires quando entrares em casa, tu estas em segurança, eles nunca vão conseguir chegar a ti. 

–O que é que eu vou ver quando chegar a casa? - perguntei não conseguindo esconder o pavor na minha voz

–Nada com que te devas preocupar

–Como é que queres que eu não me preocupe se a minha familia está a ser ameaçada? Eu não sei o que se passa, pode estar alguem morto dentro daquela casa, pode estar alguem ferido, não me interessa. Independentemente do que me esperar lá dentro, a culpa vai ser minha, por isso podes dizer-me o que se passa, nada vai mudar o que penso em relação ao assunto Edward...

–Tu estas a culpar-te por haver vampiros sedentos de poder à solta?! Eu sei que atrais problemas com muita frequência amor, mas não te podes culpar de tudo o que se passa.

–Pensava que já tinhamos chegado à conclusão que eu não atraio problemas e que são eles que me perseguem – disse eu enquanto me aproximava dele e tocava com um dedo nos seus lábios – mas não é isso que está em questão. Se eu me tivesse juntado a eles ninguem sairia prejudicado, por isso a culpa é minha

–Nã..

–Independentemente do que disseres Edward – disse eu interrompendo-o.

–Que teimosa – disse ele suspirando

Quando eu ía responder ouvi outro grito que depressa me fez esquecer da resposta que ía  dar.

 

–Tenho que ir – disse eu enquanto recomeçava a correr em direcção à porta mas Edward segurou no meu braço e disse:

–Não vás, ver o que te espera lá dentro só vai fazer com que sofras, e depois vais sentir-te magoada e eu vou sentir-me inútil, por não conseguir parar o teu sofrimento. Nós podemos evitar sentirmos-nos assim, porque é que não o fazemos? 

–Porque não podemos evitar o inevitável Edward, pensava que já sabias isso.

 

Ele soltou o meu braço lentamente e encostou-se a uma árvore, deixando-me ir. Eu voltei-me para a casa, mas não conseguia avançar. A minha mente mandava-me entrar em casa mas o meu corpo desejava voltar para trás e ir ter com Edward. Eu virei-me fui ter com ele, sentei-me ao seu lado e obriguei-o a olhar para mim.

 

–Esperas aqui por mim? - perguntei eu.

 

Ele acenou afirmativamente e virou a cabeça outra vez. Eu suspirei e entrei em casa. A Nessie estava em pé abraçada ao Jacob com a cara escondida. Rosalie estava sentada no sofá com Emmett ao lado. Eu ía perguntar o que se passava quando Alice apareceu ao meu lado.
 
-Bella lamento imenso – olhei para ela. Ela estava mais pálida do que o habitual e estava com uma expressão que os vampiros têm quando querem chorar

 

–Alice! O que é que se passa?

 
 
 
4º Capitulo
 

–Bella, lamento imenso – disse ela à frente da porta não me deixando passar

–Alice! O que é que se passa? Estão todos bem?

–Pode-se dizer que a familia Cullen está toda bem, mas que provavelmente ganhou um novo elemento...

–O que é que queres dizer com isso?! Alice, deixa-te de enigmas importaste de me dizer o que é que se passa? Porque é que eu não vejo ninguem? - disse eu entrando em casa e olhando a minha volta.

–Oh... - a cara dela voltou a ficar com uma expressão abatida. O Carlisle está lá em cima, a Rose está com o Emmett em casa da Esme e a tua filha está com o rafeiro em La Push. O Jasper está... está no hospital. E eu vou ter com ele se não te importas. Desculpa Bella, mas tenho mesmo que ir. Vai ter com o Carlisle, a Esme vem cá ter daqui a 15 minutos. Já agora, o meu irmão?

 

Ao fazer essa pergunta o meu coração (ou o que restava dele) desabou sobre mim.

 

–Ele está lá fora e sim podes ir, eu tenho que me despachar, perciso que ele perceba que o que me espera lá em cima não vai fazer com que eu fique triste ou me sinta culpada. Nada pode ser pior do que eu já passei na minha vida humana toda.

–Eu não tinha assim tanta a certeza... - sussurrou ela

–O que é que queres dizer com isso? - perguntei eu ao que ela respondeu com um sorriso esforçado:

–Nada! Agora tenho que ir já estou muito atrasada Bella. Adeus e liga-me se eventualmente percisares de mim.

–Está bem adeus Alice.

 

Ela não respondeu, virou as costas e começou a correr para a floresta
Estava parada no meio da minha sala de estar, quando de repente ouvi um grito.Eu não conseguia aguentar mais. A ansia de saber o que é que estava lá em cima, o desejo de descobrir o que é que o John falava. Tudo se apoderava de mim, as minhas emoções estavam a ficar cada vez mais fortes, mas infelizmente, desta vez não tinha o Jasper para me controlar, por isso precisava de outro incentivo, de outra pessoa que me  apoiasse.
“Edward... ajuda-me, não quero subir sem ti e odeio imaginar que estás sozinho aí for a, principalmente depois do que aconteceu” pensei eu e então passados dois segundos ele estava ao meu lado. Olhei para ele e encontrei o seu prefeito rosto com uma expressão muito séria.

 

–Pensava que írias e virias muito rápido. Afinal ainda nem foste – disse o meu amrido sentando-se no sofá

–Preciso de ti – limitei-me a dizer sentando-me na outra ponta do sofá e olhando para ele sem pestanejar, de modo a que ele percebesse que eu não estava a brincar ou qualquer coisa do género.

–Sabes que estou contigo sempre que quiseres, mas desta vez não posso. Eu avisei-te Bella mas tu não me ligas nenhuma. Estou a dizer-te para não ires. Que o que quer que seja que está ali em cima pode esperar. E além disso tu não queres realmente saber o que está ali, só estás preocupada com o facto de algum de nós estar maguado. Mas a Alice já te disse que está tudo bem, por isso não é preciso preocupares-te.

 

–É obvio que quero saber o que está lá em cima. E não é só por causa que pode estar alguem da minha familia lá. É porque pode estar alguma vida a precisar de ajuda ou apoio. E estes gritos que eu oiço constantemente?! Achas que eu não sei o que é que são? Se achas estás enganado porque eu sei prefeitamente e é por isso que quero entrar naquela sala, porque está neste momento uma pessoa a sofrer e eu não sei quem é. Pode ser um familiar, pode ser um amigo meu, ou então posso não conhecê-lo de lado nenhum, não interessa Edward! É alguem que tinha uma vida e que a perdeu apenas porque eu não me quis tornar uma vampira estúpida e sedenta de poder. Achas justo? É que eu não.

 

Ele não respondeu. Pôs-se de pé e começou a caminhar em direcção às escadas, ao ver que eu não me mexi olhou para trás e disse:

 

–Não vens?

 

Eu não percebi como é que ele mudou de ideias tão depressa e consequentemente  não soube o que fazer, como reagir. A minha intensão era demorar algum tempo a convencê-lo mas agora que não tinha esse tempo tinha que tomar uma decisão rápida: subir e ver o que estava lá em cima, quem tinha sido transformado ou então seguir o concelho de Edward? Ir com ele para um lado qualquer e esperar até ter a certeza que estou preparada?

 


Joana TP às 22:21 | link do post

De ana a 5 de Fevereiro de 2010 às 23:34
Meu Deus!!!
Será que é o Charlie ? Ou talvez a Renee ... Se não for quem é que foi transformado??
Eu quero saber!!!
Continua, continua!


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds