Domingo, 14.02.10

Já podem ler aqui o segundo capítulo da FanFic da Sofia Antunes!

 


Dois

Imprevisto

 

Não percebi porque é que Alice e Edward não queriam que Jake viesse connosco. Ele costumava sempre ir.

 

Edward e eu seguimos na frente atravessando o rio de mãos dadas. Alice seguia atrás com Renesmee ao colo. Saltou com uma delicadeza que mais parecia um bailado.

Chegámos a casa em menos de meio minuto. Entrámos pela janela aberta do antigo quarto de Edward, que agora se encontrava desprovida de qualquer objecto ou móvel.
Larguei a mão de Edward e ergui os braços para a minha filha, ela curvou-se para mim e eu peguei-a.

Descemos pelas escadas e sentámo-nos no sofá mais pequeno.

Toda a família esperava-nos sentada na grande sala de estar com ar especulativo.
Comecei por reconhecer todas as caras da sala, Carlisle e Esme sentavam-se na ponta do sofá, Rosalie e Emmett sentavam-se na outra ponta do sofá, Alice sentara-se na escada e Jasper permanecia encostado à coluna no outro lado da sala com uma expressão apreensiva.

 

Acabei por me aperceber de uma nova cara que se encontrava na ponta do sofá. Edward não parecia confuso, portanto deveria ter auscultado a mente de Alice. Resumi que se tratava de uma vampira. Sim, uma vampira, dotava de uma beleza incondicional. Superior à de qualquer ser que se encontrava naquela sala. Superior à que os meus olhos alguma vez viram. Superior, talvez a qualquer ser no mundo. Tinha longos cabelos negros que lhe pesavam no rosto ligeiramente oval, a sua figura era esbelta e os seus olhos eram de uma tonalidade castanha avermelhada, deveria ser nómada.
Retrai-me com a minha filha para trás em posição defensiva e Edward agarrou-me no braço para me acalmar.

 

- Quem é? – Sussurrei confusa

- Bella – começou Carlisle a medo – Esta é a Violet, ela foi ‘adoptada’ por mim e pela

Esme, tal como o Edward, a Alice ou o Emmett ou a Rosalie, ou mesmo tu. – Fez uma pequena pausa para respirar desnecessariamente – Ela não quer matar mais vidas humanas inocentes. E ela diz que está satisfeita com o nosso tipo de alimentação.

- Olá – Disse a medo.

- Olá. – Disse ela. Estremeci, a sua voz era igualmente bela e sedutora e provocava arrepios. – Obrigada pelo vosso acolhimento... – acenei em afirmação – Que linda bebé! – ela aproximou-se com os olhos cheios de sede.

Num ápice todos me rodearam num círculo fechado para proteger Renesmee. Só Jasper permaneceu no seu sítio, concentrado. Provavelmente estava a auscultar as emoções e a transmitir calma.

- Calma – Acabou por dizer Jasper – Ela está controlada. Não há problema.

Nem pensar! – Disse eu quase berrando, apesar de saber que me ouviam mesmo que falasse muito baixo – Ela primeiro tem de experimentar com o Jacob! – Óbvio que não queria expor o meu melhor amigo a um perigo eminente, mas tinha a certeza que Jake iria concordar comigo porque Renes era muito valiosa para a expor a esse perigo.

- Eu entendo a tua posição. – disse Violet – eu própria concordo com experimentar com o vosso amigo. Mas se ele também é vampiro, não teremos certezas de nada.

 

Um silêncio imperou e Violet ficou confusa olhando de rosto em rosto expectante.

 

Acabei por ter de ser eu a explicar-lhe.

 

- O Jake não é vampiro... – ela interrompeu-me

-  Mas é proibido um humano saber do nosso segredo! – Disse ela chocada

- O Jake não é propriamente um humano – ela olhou-me confusa mas eu ignorei-a e continuei – ele tem um coração que bate, tal como o de qualquer humano, mas ele é um lobisomem.

- Um lobisomem? Mas eles não tinham de deixar de existir?

- Supostamente, mas nesta altura já são à volta de uns 20. Quando sentiram os vampiros a chegarem, procederam a uma transformação involuntária de humano para lobo, como uma metamorfose...

- Uau! E eu a pensar que já sabia tudo... – disse ela entusiasmada – então e quando é que eu vou conhecer o Jake?

- Agora – disse eu de sorriso rasgado

- Esperem – disse Carlisle – primeiro teremos de te dizer onde é o teu quarto. – Esme sorriu e Alice levantou-se empolgada.

- Vamos! – disse Alice de sorriso rasgado.

Edward soltou uma gargalhada sonora e Jasper assentiu com a cabeça em sinal de desaprovação.

 

Alice pegou na Renesmee e levou-a escada a cima. Edward rodeou-me a cintura e beijou-me o maxilar, eu sorri-lhe e subimos para o antigo quarto de Edward, o lindo quarto onde dançáramos pela primeira vez. Clair de Lune. Tínhamos o mesmo gosto para a música e isso agradava-me. Naquele momento, involuntariamente exteriorizei o escudo que me envolvia e Edward leu os meus pensamentos.

- Realmente Clair de Lune é lindo, meu amor. – Eu virei-me e beijei-lhe as faces pálidas e amenas.

- Foi a última vez que te deixei leres o meu pensamento involuntariamente! – rugi-lhe

- Vamos ver então! – Edward abriu os seus lábios no mais perfeito dos seus sorrisos.
Aproximámo-nos da família para ouvir o que Alice dizia.

- ... podes arrumar ao teu gosto, mas eu trato da decoração. As roupas, vamos é ter pouco espaço para a roupa que vou comprar para ti, pode ser que convença o Carlisle a fazer um 3º piso. Estamos a ficar com falta de espaço Carlisle!

 

- Alice – disse Edward – tem calma, ela está a ficar confusa com toda a arrumação, organização e tudo o que estás a despejar na cabeça dela! Tem calma.

 

- Sim, Alice, tem lá calma, e eu não vou construir nenhum 3º piso! – Disse Carlisle num tom rabugento a brincar – Estou a falar a sério. Ela já viu o seu quarto, e quase nem o vai usar.

- Não é como a Bells e o Ed – disse Emmett a gozar – Eles usam a caminha a noite inteira.

- Emmett! – Rosnei-lhe – Vamos ver se queres perder outra vez no braço de ferro. Estás proibido de fazer qualquer observação sobre a minha vida pessoal.

- Sim, está bem! – Disse Emmett em tom de gozo. – Eu adoro-te minha irmãzinha!

- Bem – disse Esme interrompendo a nossa discussão – Acho que é tudo. Vamos embora?

- Sim! O Jake está a espera – Disse Renesmee empolgada. Estivera tão atenta a auscultar toda a nossa conversa que nem se lembrara de reclamar à cerca de Jake.

Fomos a andar para a porta das traseiras que ficava na cozinha e Edward largou-me deixando-se ficar para trás a conversar com Violet. Estavam a dar-se muito bem. Talvez não houvesse motivo para me preocupar, mas a beleza incondicional de Violet, deixava-me nervosa. Apesar de saber que Edward me amava não deixava de ter uma pontinha de inveja do corpo esbelto de Violet, ou dos seus longos cabelos que lhe pesavam na sua face de mármore.

 

Edward falara com ela em todo o caminho para o prado, deixando-me com a Alice a falar de moda e da roupa que ainda tinha para vestir no armário.

Deixei-me ficar sem ouvir uma única palavra do que Alice me dizia, estando apenas atenta a Renesmee que corria ao meu lado, dizendo coisas acerca do Jacob.

 

Falava-me da última caçada só com o Jake, ela tinha caçado um veado maior que o dele. Eu ria-me com a inocência da minha filha e sentia-me preocupada com Jacob, e a dor física que lhe deveria causar por estar afastada de Renesmee um minuto que fosse.

Em menos que nada tínhamos chegado ao prado.

Renesmee largou-me a mão e correu para junto do lobo de pelagem espessa e macia. Renesmee atirou-se para cima do grande lobo que uivou de felicidade.

Ninguém podia dizer que Jacob e Renesmee não eram almas gémeas, quem quer os visse diria que eles eram as duas faces perfeitas de uma moeda, que encaixavam perfeitamente.

 

Dirigi-me para Jake e sentei-me a sua beira. Acariciei-lhe o focinho e disse-lhe rindo

 

- Seu rafeiro mal cheiroso – ele rugiu gozando comigo – mas eu amo-te Jacob, da maneira certa, eu amo-te.

 

Não me dera conta mas a minha família aproximara-se de nós e observava o acontecimento com uma expressão carinhosa.

Se ainda pudesse corar, estaria agora corada como um tomate.

Edward continuava a conversar com Violet, agora sentados em duas pedras muito assimétricas.

Levantei-me e ajudei Renesmee pôr-se de pé.

- Vamos caçar – disse Carlisle.

Dividiram-se em grupos de três. Eu fiquei com Renesmee e Jacob. Esme, Alice e Rosalie foram noutro grupo e Edward ficou com Violet. Emmett e Carlisle seguiram Edward e Violet.

Achei estranho que Edward não ficasse comigo mas dirigi-me prontamente a Jake para começarmos a caçada.

No final da caçada Jacob caçou dois veados e um leão da montanha. Renesmee caçou dois veados e eu cacei dois leões da montanha e um veado.

 

Jacob pediu para levar Renesmee mais tarde a casa para poder dar uma volta com ela por La Push. Assenti e dirigimo-nos para a casa grande.

 

Pelo caminho Edward falou com Violet, parecia que não se cansavam. E pelo que via tinham sempre tema de conversa. Esme falava comigo sobre que línguas poderia aprender nos meus primeiros três anos de vida. Acabámos por concluir que eu aprenderia Latim, Português e Alemão. Nos anos seguintes Esme gostava que me dedicasse ao Espanhol e ao Francês. Assenti a tudo, pois sabia que a minha existência não se poderia resumir a ficar em casa com Edward e Renesmee.

 

Prolongámos a caminhada para mais trinta quilómetros e Esme abordou assuntos comigo como, o sítio que nos iríamos dirigir quando os humanos começassem a desconfiar de não envelhecermos. Falámos das diversas fases da 1ª guerra mundial. E Esme contou-me que Carlisle tinha participado na guerra, ao lado da Tríplice Entende. Falámos sobre Edward e sobre os seus gostos e sobre Renesmee e o seu crescimento acelerado. No final da conversa Alice e Rosalie juntaram-se a nós para relembrarem todas elas os casamentos a que tinham ido e os seus próprios casamentos. Claro, tivemos de falar do meu. Falámos sem muito pormenor porque Emmett juntou-se a nós para falar de basebol.

 

Edward juntou-se a nós no fim da caminhada apertando-me a cintura com os braços. Fiquei feliz por Edward ter vindo ter comigo. Mas a sua expressão deixou-me intrigada. Edward mostrava-se agora um tanto indignado ou chateado. Não prenunciámos qualquer palavra até chegar a casa. Aí Edward e eu despedimo-nos da família e prometemos passar o serão daquela noite na casa grande.

 Aproveitei o tempo que nos restava antes de Renesmee chegar para tomar banho e vestir uns jeans de ganga escura e uma camisola verde-mar.

 

Edward tomou também banho, o que me deu tempo para ler um jornal que Edward trouxera da casa grande. Houve um título que me chamou a atenção:

‘Forks, onda de assaltos e assassinatos’

 

‘Em outra hora Seattle, agora é Forks que tem andado numa onda de assaltos, a lojas e restaurantes. Já foram assassinadas três pessoas sem razão conhecida, a polícia continua a averiguar o que se anda a pensar nesta pequena cidade em outra hora, com uma baixa criminalidade’

 

Vampiros, pensei. Só podiam ser vampiros. Mas quem? Talvez fosse apenas impressão minha mas talvez fosse melhor investigar.

 

Edward saiu do banho desnudado, e eu sorri para ele. O seu corpo marmóreo, mas escultural e lindo fez com que soltasse um suspiro e ele soltou um riso abafado.

 

- Vou me vestir – disse ele dirigindo-se para o quarto.

 

Depois de mais de duas horas da caçada Jake apareceu e entregou-me Renesmee.

Agradeceu a minha vontade e foi-se embora.

 

Dei banho a Renesmee e vesti-lhe uma camisola de lã cor-de-rosa e umas calças de ganga cinzenta.

 

Edward, eu e Renesmee dirigimo-nos para o quintal. Edward deu-me a mão e corremos para a casa grande.

 



Carolina às 21:48 | link do post | comentar

20 comentários:
De catarina_cullen a 14 de Fevereiro de 2010 às 22:26
Oi desculpem,mas sabem onde posso encontrar o primeiro capitulo da fic?

obrigada :O)


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds