Terça-feira, 23.02.10

Peço desculpa pelo atraso.

Capitulo 23

 

Ainda abraçados, não aguentei e soltei mais lágrimas que me escorriam com uma velocidade incrível pela cara abaixo. Agarrei-o, inspirei o seu perfume e encostei-o a mim. Era disto que eu precisava, do meu melhor amigo, do meu porto de abrigo, do meu Seth!

-Seth! Que saudades… - Afirmei eu.

Ele afastou-me e afastou-se, baixou a cabeça não respondendo à minha frase.

-Nessie?! Podes-me explicar o que é que estás aqui a fazer?

-Eu tinha de vir Jacob.

-Teimosa! – Sussurrou Jacob entre dentes, e continuou. – O meu pai? Adormeceu não?

-Não, eu é que disse que ia à casa de banho, e sai pela janela.

-Eu disse-te para não vires…

-Porque a menina é de porcelana, pode partir-se?! – Ironizou Leah, rindo-se.

-Cala-te Leah! – Gritou Jacob olhando para ela e virando-se para Seth.

-Eu já disse tudo o que tinha a dizer. – Declarou Seth firme e conciso no que dizia.

-Seth, não me faças isso… Por todos os nossos momentos juntos, por tudo! Não o faças. – Supliquei eu aproximando-me dele e tocando-lhe na face com as duas mãos apertando-o, este cuidadosamente, retirou-as.

-Não Renesmee, não. Estou muito envergonhado com o que fiz, eu sabia quem tu amavas o Jacob e mesmo assim enganei-te… Eu odeio-me por isso, fui a pior pessoa do mundo! Os momentos que passei contigo foram os melhores tempos que já vivi em toda a minha vida.

-Então? E porque não haver mais desses momentos? Porque é que tem de acabar assim?

-Pelo simples facto de eu te amar mais do que devia e seres a namorada do meu… do Jacob.

Eu sabia que ele queria dizer ‘do meu melhor amigo’, eu sabia que era, e é o Jacob o melhor amigo de Seth, nunca duvidara de tal coisa, tinham passado muitas coisas juntos para se esquecerem. E no fundo eu sabia que Jacob a opinião era recíproca.

-Ui, isso é tudo muito bonito, mas é uma treta…

-Leah, tu não consegues estar calada dois segundos que seja?! – Gritara Jacob.

-Uhuh, que medo do menino Jacob, até estou a tremer…

-Leah, tu não me desafies!

-Mas tenho medo de ti?! Mas estás a brincar com quem tu?!

Os gritos começaram a ecoar na minha cabeça…

-Contigo mesmo! Vamos lá ver o respeitinho ó cadela! – Gritou Jacob num tom muito alto.

-Mas tu ‘tás-te a armar em loira oxigenada?! Para isso vais ali à vampire’s house ela deve lá estar a arranjar o cabelo ou a pintar as unhas. – Leah ria-se com cada boca foleira que mandava a Rosalie, mas esta deu-lhe um especial prazer por ter sido dita em comparação com Jacob.

-Essa loira como tu dizes, tem mais inteligência que tu minha querida…

-Ah será que sim? Tenho sérias dúvidas…

Os gritos que se faziam ouvir eram cada vez mais altos, a discussão estava acesa, e eu estava a começar a sentir-me tonta.

-Vamos embora Jacob… - Disse eu dando um passo em direcção à porta.

-Também acho que é melhor!

Olhei uma última vez para Seth, abri a porta e sai, Jacob seguiu-me e ao chegarmos ao exterior da casa este agarrou-me no braço levemente e puxou-me contra ele.

-Amor, não penses mais nisto…

-Não penso? Jake, o meu melhor amigo está ali dentro, de relações cortadas comigo, como é que queres que eu fique?

-Eu sei que é complicado, mas tens de seguir em frente.

-Oh Jake, mas é tão difícil...

-Eu sei Nessie, eu sei, mas tens de ultrapassar isso.

-Vamos embora daqui Jacob. Tenho de ir para casa, o meu pai e a minha mãe devem estar à minha espera.

-Está bem amor…

Corremos floresta fora numa tensa e rápida corrida.

 

(…)

Jacob

 

Um raio de sol tocou-me nos olhos fazendo estes abrir lentamente. Enfiei a cara dentro da almofada tapando o ângulo de contacto entre o sol e os meus olhos para tentar voltar ao meu sono que parecia que tinha sido apenas de meros cinco minutos do que uma noite inteira. Olhei de soslaio para o relógio e reparei que ainda era cedo, mas tratei de me levantar, tomar banho e dirigir-me à sala para tomar o pequeno-almoço.

-Bom dia velhote! – Disse eu ao entrar na cozinha e ver o meu pai já sentado À mesa de torradas na mão.

-Bom dia filho… - Respondeu-me ele – Ainda há leite no frigorífico.

Tomei em conta a sua afirmação e retirei do frigorífico o branco pacote de leite. Sentei-me na mesa junto ao velho Billy e coloquei os cereais e o leite na minha habitual taça laranja.

-E então Jake? Como está a Nessie? – Perguntou o meu pai colocando manteiga em mais um pedaço de pão.

-Meia triste ainda, esta situação com o Seth abalou-a muito.

-Pois calculo, faz-me lembrar a mãe dela quando te afastaste dela, quantos e quantos telefonemas eu não atendi dela a perguntar sempre o mesmo e eu sempre com a mesma resposta…

-Pois… Por tudo o que aconteça, a Bella vai ser sempre a minha melhor amiga, não há volta a dar.

-Uma amizade assim é que se quer filho… Então e as meninas estão bem?

-Estão, segundo o Carlisle estão a crescer saudáveis e a ter um desenvolvimento normal, o que é bom, não quero que a Nessie sofra.

-Hmm… Está bem! – Reparei na cara do meu pai. Uma cara suspeita, como se tivesse algo a dizer mas que tivesse receio de o fazer.

-Sim pai… Desembucha lá! Já conheço essa cara.

-Ham, é que sabes, eu tenho pensado bastante nisto e acho que era a melhor opção.

 

-Que opção?! – Rematei eu levantando o sobrolho.

-Não é bem uma opção, é mais uma ideia…

-Sim pai… DIZ! – Resmunguei eu.

-Porque é que tu e a Nessie não casam?! – Proferiu o meu pai com um grande sorriso.

Tinha acabado de colocar na boca uma colher recheada de cereais, e estes enrolaram-se na minha garganta fazendo-me tossir compulsivamente num acto involuntário de engasgo.

-AI FILHO! NÃO TE AFOGUES…- Disse o meu pai aflito ao ver-me a tossir sem parar.

-Eu estou bem! – Respondi eu ao fim de uns segundos. Recompus-me e prossegui. – Pai, casar? Não me parece que a Renesmee queira.

-Hmm… Pois não sei, mas acho que era o melhor, celebrar o sagrado matrimónio, ainda por cima vocês vão ter duas filhas, mas...

-Mas ó pai, eu tenho medo! Casar, aquelas coisas todas apaparicadas com todo o rigor, isso não é para mim.

-Não se trata de não ser para ti, trata-se de consumar um amor. E eu acho que tu e a Nessie deviam de casar.

-Achas? Não sei…

-Eu acho que devias de pensar bem no assunto, e pensa bem, ias deixar uma boa impressão ao Edward, sabes como é que ele é.

-Isso é verdade, até é capaz de ser uma boa ideia pai. E eu até que consigo vestir um fato nem que seja só por umas horitas.

-Ora ai está, pensa nisso… - Piscou-me o olho, pegou no prato colocou-o no lava-louça e avançou na sua cadeira de rodas até à sala.

Será que era uma boa ideia casar-me com a Nessie? Será que seria bom para criar uma boa impressão ao Edward, a quem eu iria chamar o meu futuro sogro, até fazia impressão pensar naquela expressão, ‘meu sogro = Edward Cullen’ fazia-me um arrepio na espinha só de pensar.

Arrumei o resto da cozinha, e fui vestir a roupa do dia. Uns jeans e uma camisola branca serviam perfeitamente.

Comecei a pensar, de novo, naquela ideia de nos casarmos, era estranho pensar nesse dia, se é que este iria acontecer. Comecei a pensar em alguém que me pudesse ajudar a tomar uma decisão… Pensei, e a primeira pessoa que me veio à cabeça foi o Sam, mas é obvio que ele ia ser contra. Depois pensei também no meu pai… Hmm, escusado, já sabia a sua opinião. Depois lembrei-me de uma pessoa que tem experiencia em mulheres, apesar da mulher dele não ser uma boa experiencia daquilo a que eu chamo a mulher ideal… Mas… Cada um é como cada qual. Decidi que tinha de ir já ter com essa pessoa senão iria explodir.

Cheguei a casa dos Cullen e bati à porta. Foi Rosalie que me abriu.

-Olha o cão. – Disse ela rindo. O clima entre nós já se tornara de puro gozo, a raiva inicial era algo do passado.

-Olha a barbie. Rosalie, onde está o Emmett?

-Para é que queres saber? – Perguntou ela desconfiada.

-Quero falar com ele sobre umas peças para o meu carro… - Menti.

-Ah está bem. Ele está lá em cima no quarto, podes subir.

-Obrigada…

Deixei Rose para trás e subi as escadas da casa Cullen encontrando Alice no caminho.

-Jacob! – Disse ela com um largo sorriso dando-me dois beijinhos na face.

-Viva Alice! – Retribui.

-Olha, a Nessie não está cá… - Proferiu ela olhando com desânimo.

-Hmm, eu sei, eu vim cá mesmo para falar com o Emmett.

-Com o Emmett? Para quê?

-Umas coisas sobre carros… - Menti de novo. As mulheres desta família deviam de ter um pequeno problema de bisbilhotice.

-Hmm, porque é que me parece que essa história tem algo oculto?! – Retorquiu ela começando a bater o pé e a cruzar os braços. – Eu odeio não conseguir ver o futuro dos lobos.

-Acontece minha amiga… - Dei uma valente gargalhada. – Vá vou até lá acima ter com o Emmett, até já Alice.

 

-Até já Jacob! – Disse ela acenando e continuando a descer as escadas.

Comecei a contornar o corredor do andar superior e entrei no quarto de Emmett, este estava a arrumar umas camisolas na gaveta do quarto.

-ÉH JACOB! – Saudou ele com animação como sempre tinha.

-Olá Emmett… - Cumprimentei eu dando-lhe uma pancada no braço.

-Então, que se passa?

-Ah, tenho umas coisas para te perguntar, para me aconselhares e tal. Porque apesar de parecer que tens apenas uns cinco anos a mais que eu, tens provavelmente mais uns cem portanto, tens mais experiencia.

-Vá! Fala aqui com o Dr. Emmett Cullen ao seu inteiro dispor monsieur.

-Bem… É complicado, mas vou dizer de uma vez. O que achavas se eu me casasse com a Nessie?

-HAN?! – Emmett petrificou a olhar para mim, assustando-me. De seguida soltou provavelmente a maior das gargalhadas que alguma vez ouvira.

-Emmett… Um bocadinho de seriedade, eu estou a falar a sério…

-Desculpa camarada, mas não consegui evitar. – As gargalhadas eram cada vez mais sonoras.

-Pronto okay, goza à vontade… - Disse eu revirando os olhos. – Se calhar não devia de ter vindo falar contigo. – Comecei a dirigir-me para a porta.

-Vá Jacob… - Exclamou Emmett parando de rir e ficando mais sério. – Fica, diz-me o que queres que te esclareça.

-Achas que era uma boa ideia?

-Epáh é assim, a minha sobrinha é uma rapariga muito especial, toda a gente sabe disso, mas ainda por cima com esta cena das miúdas, acho que ela ia gostar de casar contigo.

-Achas?

-Eu acho que sim… Mas para isso tens de lhe fazer um pedido formal. Ajoelhado e com anel de noivado… essas coisas.

-O quê?! – Exclamei eu agora num acto de desespero.

-Sim… Pensas que é de qualquer maneira que se casa com a minha sobrinha? Ah não, não.

-Então mas vais-me ajudar certo?

-Claro que vou. Hoje à noite vais-lhe fazer o pedido.

-O QUÊ? TU QUERES-ME MATAR?

-Vá lá Jacob, és um lobo ou és um caniche? Começo a dar razão à minha Rosalie.

-Heey! Isso não. Okay, vamos a isso então… Mas olha eu não tenho anel nem nada dessas coisas.

-Não te preocupes, vamos à joalharia comprar um anel, eu ajudo-te a escolher. Mas eu estou habituado a escolher coisas irreverentes para a Rose, para a Nessie tem de ser algo mais simples, portanto tens de te esforçar para ver o que é que achas que lhe fica melhor e do que ela mais vai gostar.

-Hmm, okay! Vou tentar.

-Então vamos lá.

Emmett pegou nas chaves do carro atirando-as ao ar e apanhando-as ainda em voo.

Eu iria pedir em casamento a minha menina? OH MEU DEUS! QUE NERVOS! HELP!

 

Capitulo 24



S. às 19:23 | link do post | comentar

29 comentários:
De MiA a 12 de Março de 2010 às 22:27
Hi!!!!!!!!!!!!!!
Não podem dizer quando saiem fanfics, nunca masi saiu nenhuma e já passou tanto tempo.....

Muitos beijinhos, MiA


De leeh a 12 de Março de 2010 às 23:05
CONTINUA FLOR! tu ñão quer que eu enfarte, quer? Desculpe o sotaque, eu sou brasileira, então estou acostumada a escrever informalmente, porque na minha opinião vocês escrevem muito formalmente. Ah, e eu enfrentei várias barreiras do português de portugal, porque eu ainda não sabia o que eram algumas palavras. Beijoos, continuaaaaaaa! Xoxo ;*Me segue no twi www.twitter.com/leticiags2009


De renata a 14 de Março de 2010 às 15:50
olá já estive a ler a tua fan e adorei só que não sei os dias que iras postar podes dizer me se faz favor.
Beijos e parabéns pelo trabalho.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

olá já estive a ler a tua fan e adorei só que não sei os dias que iras postar podes dizer me se faz favor. <BR>Beijos e parabéns pelo trabalho. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>renata</A>


De -amimdizem...rita a 15 de Março de 2010 às 19:36
Meninas, era para dizer, que o TP, ainda não fez o calendário das fanfics deste mês... Agradeço os emails que recebi, mas mais uma vez repito que não sou eu nem a Andreia que publicamos os capitulos, isso está totalmente nas mãos do TP, nós apenas nos limitamos a enviar os capítulos.
Obrigada por todos os elogios que tenho recebido no meu blog e por email :D Se quiserem falar ou tiverem duvidas, basta perguntar que eu respondo ;) Podem faze-lo pelo meu blog ou por email.
beijos e... paciência...
obrigada, ritadiniz


De renata a 15 de Março de 2010 às 20:16
Olá eu sou ums apreciadora das fanfic que postam aqui :D eu tambem escrevo uma e gostaria de saber se voces gostariam de a postar aqui no vosso blog.
Beijos renata


De Carolina Cullen a 20 de Março de 2010 às 00:08
Não é justo vocês deixarem-nos a morrer de anciedade não é?
Eu amei e amo esta fanfic!Estou anciosa para quando ele tiver os dois bebés.


De Diana Catarina a 26 de Março de 2010 às 22:26
Ola. :) Eu gosto muito do vosso livro, mas já passou muito tempo dez que li o 23º capitulo... Sabem-me dizer quando sai o próximo? :$

Desculpem pelo o encómodo. Obrigada.
E já agora, Parabéns. :)



Beijinhos.


De CC18 a 28 de Março de 2010 às 11:35
Adoro a fanfic, quando vao voltar a postar outro capitulo?
beijinhos CC18


Comentar post

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Tinha de vir aqui a este cantinho, finalmente o Mi...
A primeira imagem certamente está "quebrada", e pa...
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds