Quinta-feira, 31.07.14

Antes de mais, ainda estamos a traduzir a entrevista que o actor deu para a Esquire. Será publicada assim que possível. De qualquer forma, para perceberem o que se segue, podem ler esta reportagem.

 

“Como Robert Pattinson e Kristen Stewart Enganaram Os Fãs de Twilight: O Amor Deles Foi Um Golpe Publicitário Que Deu Para O Torto,” diz a manchete de uma história inteiramente fabricada do TheImproper.

 

O blog, que tem tanto tráfego como uma ilha deserta, começa a sua estupidez desta forma: “Robert Pattinson finalmente abriu-se sobre a sua relação com a co-estrela de ‘Twilight’, Kristen Stewart e a sua resposta foi nada menos do que surpreendente. ‘Estas coisas acontecem, sabes?’ disse ele, alegadamente com riso, numa nova entrevista para a edição do Reino Unido da revista GQ.”

 

Pára. Já. Aqui.

 

Pattinson falou à edição do UK da Esquire – não da GQ.

 

Agora que o Gossip Cop provou que o TheImproper é inexacto, incorrecto e incrivelmente descuidado, vamos olhar para o resto dos disparates do webloid.

 

A principal premissa do blog é que o comentário de Pattinson de “estas coisas acontecem” é que, de alguma forma, prova de que a sua relação terminada com Stewart foi um “golpe publicitário,” orquestrado pela Summit Entertainment.

 

Segundo o site, o estúdio de cinema “manipulou os fãs a acreditarem que Pattinson e Stewart partilhavam o mesmo tipo de amor fora do ecrã” que as suas personagens tinham no ecrã.

“O romance fora dos ecrãs fizeram verdadeiros apoiantes nos fãs, especialmente raparigas adolescentes e as mães delas. Aderiram incondicionalmente à premissa da saga ‘Twilight’ e teve o efeito pretendido,” escreve o TheImproper.

 

Ironicamente, de seguida, o blog escreve que os outros websites publicaram “tentadoras, mas, no fim de contas, histórias infundadas sobre eles, trabalhadas para atrair espectadores.”

 

Esperem um minuto — isto é exactamente o que o The Improper está a fazer aqui.

 

O webloid está a tentar conseguir sucesso de uma notícia completamente “infundada”, alegando que toda a gente, incluindo os fãs, são idiotas por acreditarem que estes dois jovens actores apaixonaram-se no set de um filme.

 

Então, o The Improper passa a salientar, “Não havia parte nenhuma no mundo [onde Pattinson e Stewart] pudessem ir sem serem reconhecidos... e perseguidos,” antes de perguntar, “Foram Rob e Kristen parte de uma das maiores fraudes do século XXI?”

 

“Eles eram, sem dúvida, amigos, colegas e talvez até almas gémeas por causa da partilha da experiência durante o frenesim de ‘Twilight’,” escreve o site, acrescentando, “Durante um tempo, podem ter sido namorados casuais.”

 

Parem.

 

Se és um jornalista verdadeiro, tens respostas, não tens frases como “podem ter sido.”

 

E a resposta é, sim, eles foram namorados.

 

Para além disso, a sério, porque é que estes dois jovens desistiriam dos seus namoros principais de anos para estarem numa relação de “fraude”?

E se a relação deles foi um “golpe publicitário,” como é ridiculamente alegado pelo TheImproper, porque é que escondiam o romance deles tanto quanto possível e iam de férias para lugares menos viajados como a Isle of Wight?

 

Com o tempo passado, o Gossip Cop pode dizer que realmente testemunhou-os a serem muito queridos juntos numa pequena reunião em New York — fora dos olhares intrometidos dos paparazzi e dos fãs.


O romance deles foi real.

 

E era mesmo privado — ou da melhor forma que eles conseguiam mantê-lo privado.

 

Ilogicamente, a suposta prova do The Improper de que a relação de Stewart e Pattinson foi um “golpe publicitário” é que “nem por uma vez, durante os cinco anos de saga, eles comentaram a relação deles. Deixaram os tablóides encherem os espaços brancos e nunca se preocuparam em lê-los.”

 

Algumas vez ocorreu ao blog que eles queriam manter a vida privada deles privada — e que não deram importância ao que os tablóides diziam — ou continuam a dizer?

 

O site, que claramente não tem informações privilegiadas, então especula, “Uma vez que os filmes acabaram, [Stewart] provavelmente assumiu justificadamente que as obrigações dela à Summit, aos fãs de ‘Twilight’ e a Rob estavam terminadas” e “começou um caso amoroso com o realizador de ‘Snow White’, Rupert Sanders, um homem casado com dois filhos.”

 

O TheImproper salienta que “eles continuaram o affair… até serem expostos por um paparazzo. Não era suposto acabar assim.”

 

Esperem, se a relação dela com Pattinson foi um “golpe publicitário,” então porque é que passaram por um incidente embaraçoso, que no mundo real custou caro a ela e a Sanders?

 

O The Improper não explica, porque toda a sua premissa é, como dizem, “infundada.”

 

“Se Rob estivesse realmente apaixonado por Kristen e a aguentar o enredo do tablóide, não acham que ele teria mais algo a dizer? Talvez algum remorso, uma observação nostálgica ou alguma reminiscência do amor que ele tinha... e perdeu,” questiona o webloid.

 

Mais uma vez, aqui o TheImproper prova o quão pouco sabe sobre Stewart e Pattinson, que até disse no “Good Morning America,” “Nunca estive interessado em tentar vender a minha vida pessoal.”

 

Qualquer pessoa que realmente tenha feito a cobertura dos dois sabe que eles não falavam das suas vidas privadas. E, no instante em que Stewart sentiu-se obrigada a falar sobre a sua vida privada — após o seu erro com Sanders — ela estava arrependida.

 

Lembrem-se, ela disse, “Peço imensas desculpas por todo o sofrimento e embaraço que causei àqueles que me são próximos e a todos a quem isto afectou. Esta indiscrição momentânea comprometeu aquilo que é mais importante na minha vida, a pessoa que eu amo e respeito acima de tudo, Rob.”

 

O facto que importa é, como estrelas no passado — e temos a certeza que muitas estrelas no futuro — eles apaixonaram-se no set do filme.

 

Está sempre a acontecer.

 

Claro, todos gostariam de ver um final feliz nos filmes e nas próprias vidas reais.

 

Mas, quando não acontece, não compete a nenhum dos dois explicar publicamente algo das suas vidas privadas.

 

Não houve “fraude.”

 

Não era uma relação de “contracto.”

 

Não foi um “golpe publicitário.”

 

Simplesmente, foi um romance que não acabou bem entre dois jovens.

 

E, nestes casos, depois de algum tempo passado, sabes o que se diz?

 

“As coisas acontecem.”

 

 

Tradução e adaptação: TP
Fonte



And às 19:24 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Eu venho cá todos os dias para ver o que há de nov...
Olá :) Pondo as cartas na mesa e sendo sincera ao ...
Olá! Vocês vão desativar a página...?
Que coincidência engraçada! Confesso-te que até ti...
Que orgulho!
As voltas que a vida dá, sem dar voltas nenhumas: ...
Queen sempre foi uma das minhas bandas de eleição....
Tudo corrigido. Obrigada :)
A foto é de dia 03 de Julho, na exposição de anive...
Sebastian Bear é o marido da Emily e produtor de "...

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds