Segunda-feira, 30.06.14

Como descreveria as filmagens?
KS: Sempre senti que havia uma sensação de descoberta nestas fotografias, especialmente a olhar para o detrás delas. Era como se fosse uma menina que caiu num lugar desconhecido; e ver a sua luta para sobreviver e encontrar-se a si própria, algo que é realmente interessante. Parece que algumas vinhas estão a começar a crescer dentro dela e estão a tornar-se uma parte dela e isso é claramente confortável para ela, faz com que se enquadre ainda melhor. Não está desarmada, é o oposto; é pouco mais assertivo.

 

Quando esteve no set estava em alguma filmagem?
KS: Neste caso? As primeiras fotografias para a primeira campanha foram muito frontais e completas, poderiam ver todo o meu rosto. Não me estava a esconder atrás de nada. Agora, nesta sessão, é algo mais subtil. É sobre o ombro, é algo “whoa”. Estive aqui no meu próprio mundo por tanto tempo, e agora, estão a olhar para mim? É mais ou menos, não quero dizer, agressivo, mas é algo: “Venham eles”.

 

Esta sessão foi mais confortável do que a anterior?
KS: Eu gostei de ambas. Não posso começar por aqui – tenho que começar pelo início. Então, é interessante ver onde foi parar.

 

Como se preparou para sessão? Simplesmente deixou-se levar?
KS:
Neste caso, deixei-me levar. Deposito muita confiança em quem trabalho, e realmente não sabia o que iríamos fazer até ao momento em que cheguei, e gostei. Gosto de ser capaz de navegar através de algo. Neste caso, não havia muita coisa a fazer-se, para ser sincera. O que eu gosto sobre isto é que não me iria transformar numa pessoa diferente, necessariamente. O objectivo era capturar algo natural, e com Craig isso é fácil.

 

Como é trabalhar com Craig McDean?
KS:
Óptimo. Já trabalhei com ele antes. É engraçado, eu costumo dizer sempre a mesma coisa sobre os fotógrafos com os quais gostei realmente de trabalhar, mas se foi forçada a algo, ou tirar uma fotografia, deixa de ser divertido. Acho que Craig isso nunca aconteceu. É sempre algo espontâneo e Craig é capaz de pegar nisso, poli-lo e tornar isso em algo bonito. Olhamos para trás e pensamos como é que aquilo aconteceu? Estivemos somente cinco minutos a fazer isto! Ele consegue capturar um momento, invés de tentar orquestrar algo, construí-lo e força-lo.

 

Gosta da sua maquilhagem?
KS:
Sim – eu penso muito nisso. Pensava: olhos pintados de forma forte, lábios, e o que iremos fazer hoje? Eu sou o que eles quiserem! É bom porque está de acordo com a história. A primeira foi muito fresca. Foi limpa, nua e o rosto. Este é um pouco mais esfumaçado.

 

Qual é o seu estilo pessoal e como o definiria? O que tem a dizer sobre isso’
KS:
Não é algo que eu tenha muita dificuldade a construí-lo. Tento arduamente para ter uma resposta a este tipo de perguntas. Como você define o fixe, é algo muito relativo. Quando alguém está na sua própria pele, pode sentir isso nos seus ossos quando gosta de si mesmo. Não se trata de ser arrogante – como: “Oh, eu sou mesmo linda”. Mas, se sentir-se bem você mostra isso. Não tente algo difícil, mas simples. É algo clichê o que eu digo, mas só é preciso sermos nós próprios e deixar isso flutuar.

 

Define o seu estilo dessa forma? O que é para si a beleza?
KS:
Normalmente, acho que as pessoas são atraídas pela – não a confiança, mas a ideia de não perguntar a si próprio, porque é claro que não está preocupado minimamente com o que está a fazer. É uma curiosidade – quando tudo não é completamente superficial. Quer descobrir os elementos que se juntam para formar isso. Não percebo a equação.

 

Vamos falar sobre a fragrância – como descreveria o seu odor?
KS:
É engraçado, porque na minha cabeça, o que eu respondo sobre os dois aromas é que são uma espécie de linha da história reversa, porque no primeiro havia um calor. É quase como se as flores que escolheram foram amontoadas e não necessariamente queriam dar-se bem. Foi bom – havia algo caloroso nele. E este é mais leve. É um aroma mais fresco. Não sei como descrevê-lo. Não sei se cheira necessariamente como uma rosa, mas parece ser um pouco mais fresco. Ambos são naturais, e eu gosto disso. Não têm um cheiro sintético. Este é mais leve, mais fresco.

 

Então, você está nesse jardim mágico, mas estranho, poderei tentar adivinhar qual é o seu jardim? Tem um jardim? Tem tempo para ter um?
KS:
Não – não tenho um jardim. Gostaria de ter um. Gostaria de ter um jardim de ervas. Mas não tenho um deles, ainda. Poderia realmente fazer um bom uso disso. Mas ultimamente, não tenho estado muito tempo em casa.

 

Tem alguma flor preferida?
KS:
Acho que a gardénia é a minha flor preferida. É o meu cheiro preferido. Amo-a. Posso não conseguir identificar quaisquer odores das outras flores, mas da gardénia sei qual é.

 

 

Tradução e adaptação: TP (por Sara Almeida)
Via | Fonte

 

 



And às 17:37 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

status

Online desde:25.04.2008

Staff: And e Carolina
Layout: Missanga Azul
em todos os momentos twilight


Já nos deste o teu like?
pesquisar neste blog
 
Links vários
comentários recentes
Sobre os Talentos especiais de Alec: ele tem um V...
Você ainda a tem? Se sim, poderia me enviar? model...
Olá. Estou a procura de uma fanfiction que vocês p...
Aproveito só que está esteve a dar breaking dawn n...
Pelo que eu vi da entrevista, o Rob foi irônico ao...
Casamento lindo, me lembrou muito o casamento da B...
Meu sonho encontrar ele assim
Casal mais lindo
Chuva de fotos, amo! Prefiro quando o Rob está com...
Dakota linda!

Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds